Após chamar Corinthians de medíocre, Rosenberg é alvo de protestos

    As declarações de Luis Paulo Rosenberg, vice-presidente do Corinthians, durante palestra sobre gestão esportiva na terça-feira, repercutiram mal no clube. Associados e conselheiros, inclusive quem faz parte da situação, afirmaram ao presidente Mário Gobbi que não gostaram e pediram punição a ele.

    Na palestra, Rosenberg disse que o time de Tite é “medíocre” (sinônimo de mediano, por não ter estrela) e que contratou Ronaldo e o chinês Zizao para internacionalizar o Corinthians, já que o clube não tem títulos internacionais como Santos e São Paulo. Frequentadores do clube classificaram as declarações como “fanfarronices”, “imbecis”, “sem noção” e “descabidas”.

    Na noite desta quinta-feira, no Pacaembu, as torcidas organizadas do clube também demonstraram insatisfação com o Luis Paulo Rosenberg. Gritos de repúdio, como “Ô, Rosenberg, vai se f…! Nessa história, o medíocre é você” e “Doutor, eu não me engano, Rosenberg não é corintiano!” foram entoados durante o intervalo.

    Reportagem: Terra

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians