Após novo tropeço, Carille reconhece: “Ficamos devendo”

    A derrota para o Bahia neste domingo (15), em Salvador, é mais um tropeço que joga luz sobre os defeitos do Corinthians neste segundo turno de Campeonato Brasileiro. Questionado sobre os erros da equipe, o técnico Fábio Carille admitiu pouca criatividade e até cerca falta de determinação no revés por 2 a 0.

    “Mesmo antes de tomar o gol, nosso time precisava jogar mais. Senti que o Bahia entrou mais determinado do que nós, disputando mais a bola. Ficamos devendo”, reconhece o treinador.

    “Voltamos a ter erros de passe na saída; foram vários no primeiro tempo. No segundo melhorou um pouquinho, mas sabemos que podemos fazer mais pois se chegamos nessa posição, na liderança, foi por mérito”, argumenta Carille.

    O Corinthians esteve longe de mostrar seu melhor futebol na Arena Fonte Nova. Começou pressionado e só criou um lance de perigo em todo o primeiro tempo — Jô, de cabeça. No segundo, a falta de criatividade se repetiu, e o Bahia aproveitou falha de Fagner para abrir o placar. O líder, então, jogou-se ao ataque de forma atabalhoada e acabou sofrendo o segundo gol no último lance, quando Cássio estava fora do gol.

    Questionado sobre a estratégia do Corinthians neste Brasielirão, Carille não se mostrou disposto a usar estilos de jogo alternativos. Ele entende que o mau resultado é fruto da má apresentação, e não de uma má abordagem à partida. 

    “Só preocupa quando a equipe joga muito e o adversário não deixa, mas não foi o caso de hoje. Nossos jogadores sabem que podem render mais. Então primeiro nós temos que melhorar individualmente para depois melhorar como equipe”, avalia o treinador corintiano.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians