Após perder Pablo, Carille tem mais uma dor de cabeça com sistema defensivo

    O Corinthians comemorou bastante o seu primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro – 1 a 0 sobre o Vitória, neste domingo, na Fonte Nova –, mas também voltará a São Paulo com uma preocupação. O paraguaio Fabián Balbuena acusou uma lesão no segundo tempo da partida e virou mais um problema para a zaga da equipe chefiada por Fábio Carille.

    “Só saberemos da situação dele na terça-feira, quando fizer exames”, postergou Carille, mostrando-se tranquilo com a situação. “Estou muito satisfeito com o meu grupo. O Pedro Henrique entrou no Chile em um jogo difícil (contra a Universidad de Chile, pela Copa Sul-Americana) e foi muito bem. Hoje, deu uma resposta boa. É claro que não gostamos de perder ninguém, isso é chato, mas não vamos ficar lamentando. Preferimos dar moral para quem entrar e trabalhar bastante.”

     

    Pedro Henrique enfrentou o Vitória neste domingo porque o outro zagueiro titular do Corinthians, Pablo, havia machucado a coxa direita no empate por 1 a 1 com a Chapecoense. A expectativa é de que ele esteja novamente à disposição contra o Atlético-GO, no domingo, no Serra Dourada.

    Com a baixa de Balbuena, o Corinthians recorreu a outro prata da casa, Léo Santos, também elogiado por Carille. O zagueiro mais experiente entre os reservas, Vilson, está em recuperação de uma artroscopia no joelho esquerdo.

    Ainda que Carille apoie Pedro Henrique e Léo Santos, a diretoria do Corinthians trabalha para amenizar os problemas na zaga. O departamento de futebol negocia o retorno de Anderson Martins, que passou pelo clube em 2014 e tenta viabilizar a sua saída do El Jaish, do Catar. O Vasco é o concorrente na transação.

    Tranquilo
    Balbuena deixou a Fonte Nova sem dores. “Eu me machuquei em um lance em que fiz a cobertura do Pedro. Na hora de dar o arranque, senti um incômodo forte na perna direita. Só que agora estou me sentindo bem. Tomara que não seja muito grave”, comentou o paraguaio, à ESPN Brasil, antes de apoiar os pratas da casa corintianos. “A gente confia plenamente nos dois, no Léo e no Pedrão. O Pablo e eu também já fomos garotos. Experiência se adquire jogando.”

    Veja Também

    Comments (2)

    1. Avatar
      Edgar Miranda

      Meu garoto você é o cara vai Corinthians

    2. Avatar
      Luiz Antonio Filho

      Esse negócio de Pablo machucado é conversa. O empresário já disse que ele não vai jogar mais que seis partidas pois assim não poderia ser transferido pra outro clube e essa diretoria lixo se esforça pra pagar dívidas do Kazin ao invés de comprar nosso xerife logo

    Comments are closed.