Após protesto, corintianos agridem torcedor do Palmeiras e são presos

    A intolerância ligada ao futebol segue com níveis inexplicáveis. No início da noite de segunda-feira, oito torcedores do Corinthians, pertencentes a facção Camisa 12, foram detidos na Zona Leste de São Paulo por agredirem um torcedor palmeirense na Estação Tatuapé da Linha 3-Vermelha do Metrô. A informação foi divulgada pela TV Globo.

    De acordo com a emissora, os torcedores voltavam do protesto no Parque São Jorge quando perceberam a presença de um palmeirense, com uma jaqueta da Mancha Verde, na estação Tatuapé. Descontentes, os corintianos arrancaram a jaqueta do rapaz e o agrediram com um soco no rosto. O torcedor atacado, então, chamou os seguranças do metrô e desceu na estação seguinte, Belém. No Brás, os corintianos acabaram detidos pelos seguranças.

    A TV Globo informou que o caso foi registrado na Delegacia do Metropolitano (Delpom), onde todos os torcedores foram ouvidos. Quatro confessaram o crime, segundo a polícia, e foram levados ao 2º DP (Bom Retiro), onde passaram a noite na carceragem. Eles serão encaminhados a um Centro de Detenção Provisória (CDP) e vão responder por roubo. Câmeras de segurança do Metrô serão analisadas na investigação em busca de mais provas.

    Em tempo: a reportagem informou ainda que um dos torcedores detidos faltou ao trabalho para protestar na sede do Corinthians.

    Veja Também