Artilheiro do River Plate é oferecido para o Corinthians

    Eleito o melhor jogador das Américas no ano passado, o colombiano Teófilo Gutiérrez foi oferecido ao Corinthians para o lugar de Guerrero. Um empresário argentino e um brasileiro foram os responsáveis por sugerir o negócio — o contrato de Gutiérrez com o River Plate terminará em junho.

    O problema é que o colombiano quer R$ 7 milhões de luvas para assinar.

    O centroavante, de 30 anos, que disputou a última Copa do Mundo, discute desde o ano passado a possibilidade de renovação com o River, em situação semelhante à vivida pelo Corinthians com Guerrero.

    Gutiérrez jogará no Mineirão nesta quarta contra o Cruzeiro, em jogo que valerá uma vaga na semifinal da Copa Libertadores — ele tem dois gols no torneio e seis na temporada, depois de participar de 15 partidas.

    Em grave crise financeira, o Corinthians afirmou aos empresários que só teria condição de pagar luvas tão altas se tivesse ajuda de parceiros interessados em ficar com uma porcentagem dos direitos econômicos. Desde o começo do ano, o nome de Gutiérrez já foi especulado no Sevilla, da Espanha, no Porto, de Portugal, e no Tottenham, da Inglaterra.

    No rival, não! Pouco depois de o Blog revelar o interesse do Palmeiras por Guerrero, uma das uniformizadas do Corinthians fez ameaças ao peruano. Coincidência ou não, no domingo, ele descartou a ideia de se mudar para Palmeiras ou São Paulo.

    Perto do filho: A ideia de jogar no Flamengo tem um ponto positivo para Guerrero: seu filho, Diego Henrique, de 10 anos, mora no Rio. De qualquer forma, o peruano jura que ainda não assinou contrato com o Flamengo.

    Veja Também