Campeão Mundial com o Corinthians é preso por não pagar pensão

    O ex-jogador Edílson “Capetinha” foi preso nesta terça-feira (15 de agosto), em Salvador. O mandado de prisão temporária foi expedido pela 2ª Vara da Família, em Brasilia e, segundo a polícia civil, o motivo foi falta de pagamento de pensão alimentícia. Ainda de acordo com a polícia, “Capetinha” está detido na Polinter, e se não pagar fiança, cujo valor ainda não foi definido, pode ficar até 30 dias presos.

    Fla x Bota, Grêmio x Cruzeiro, Bayern, Real e Inter essa semana no FOX Sports!

    Esta é a terceira vez que o ex-jogador é detido pelo mesmo motivo. A primeira vez aconteceu em março de 2014, também em Salvador. A segunda foi em julho de 2016, desta vez em Brasília, com uma dívida de R$ 430 mil.

    Edílson também é alvo de uma operação da Polícia Federal que investiga fraudes em pagamentos de prêmios das loterias da Caixa Econômica Federal. Ele chegou a ser conduzido coercitivamente, mas não ficou preso. Segundo a Polícia Federal, ele usaria sua conta bancária para movimentar valores referentes a um esquema que, segundo estimativa, teria desviado cerca R$ 60 milhões em pouco mais de um ano.

    Saiba mais!

    Jair e Renato detonam gringos

    Quem deve jogar no ataque do Fla?

    Jornal crava Coutinho no Barça

    Veja Também