Carille nega retranca contra o Grêmio após mudanças, mas admite: ‘Era um jogo para ter segurança’

    O técnico Fábio Carille elogiou a performance de Corinthians e Grêmio na noite desta quarta-feira (19), no estádio de Itaquera, mesmo com o empate sem gols entre as duas equipes na partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para o treinador, o duelo foi de estratégias bastante semelhantes dos dois lados da partida, com ambos buscando anular as tentativas dos respectivos ataques.

    “Sempre deixei muito claro de a defesa ser bem forte, desde o início do ano, e a busca da melhora está sendo a cada dia. O Grêmio é uma equipe que está na semifinal da Libertadores, muito bem definida dentro de campo. Soubemos anular bem, foi um jogo de xadrez”, disse ele, explicando por que não colocou o time para frente quando Gabriel sentiu câimbras aos 30 minutos do segundo tempo, colocando Fellipe Bastos em campo.

    Europa League, Real, Juve e Bayern no FOX Sports 

    “A questão não foi de ofensividade, o jogo não se mostrou para isso, era um jogo para ter segurança, se você abre, dá espaço para uma equipe qualificada. A opção de colocar o Fellipe foi pela finalização de média distância, por um cara que pega bem na bola. Em nenhum momento eu pensei em segurar o jogo”, avaliou, mais uma vez exaltando a força do adversário.

    “A gente tem que entender que a gente enfrenta um adversário também, tentamos ganhar, era nosso objetivo, mas tinha o Grêmio do outro lado. Foi um grande jogo, assim como tinha sido lá em Porto Alegre também. Em questão de campeonato, se o Grêmio quiser alguma coisa no Brasileiro, a vitória era mais importante para eles. Tivemos um jogo difícil para os dois”, observou Carille, bem mais satisfeito do que no pós-derrota para o Bahia, no último final de semana.

    “Eu sei que vocês analisam muitas vezes resultado, eu analiso desempenho. Em relação aos últimos jogos, eu gostei, time brigando, buscando. Agora o próximo passo é manter isso e buscar a vitória”, afirmou o comandante.

    (Crédito da imagem: Marcelo Machado de Melo/Foto Arena)

    Veja Também