Carille revê conta e diz que Corinthians precisa de 78 pontos no Brasileiro

    • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

      Carille comanda treino do Corinthians durante a pausa de 13 dias sem jogos

      Carille comanda treino do Corinthians durante a pausa de 13 dias sem jogos

    Há um mês, o técnico Fábio Carille disse que o Corinthians precisaria somar 72 pontos para garantir o título brasileiro. Nesta sexta-feira, porém, o comandante alvinegro ressaltou que a conta aumentou. Segundo ele, a meta é atingir 78 pontos ao fim das 38 rodadas.

    “Na verdade, eu errei na conta, respondi rápido. Quando acaba o turno, você sempre olha para os primeiros e segundo. Grêmio fez 39, você sempre dobra, busca 78. Mas só faltando oito ou dez rodadas vai mostrar o que precisa atingir”, explicou Carille.

    Nessa conta, o Corinthians precisará de 31 pontos no returno após ter somado 47 pontos nas primeiras 19 partidas. O aproveitamento, assim, cairia de 82,5% para 54,4%.

    “Fizemos um primeiro turno maravilhoso, mas se queremos algo a mais temos de confirmar. Se não fizer 47 pontos, tem que fazer algo que nos mantenha. A gente acreditava que ninguém ia disparar e nós disparamos. Temos de pensar mesmo jogo a jogo”, disse Carille.

    O Corinthians é líder do Brasileirão e, mesmo com um jogo a menos, tem oito pontos de vantagem sobre o Grêmio. Neste sábado, o time paulista recebe o Vitória em Itaquera, Na quarta seguinte, mede forças com a Chapecoense no jogo adiado da 20ª rodada.

    Carille entende os adversários

    O treinador do Corinthians também comentou as declarações recentes de Renato Gaúcho, que sinalizou que irá escalar reservas em alguns jogos do Campeonato Brasileiro diante de decisões na Libertadores e na Copa do Brasil.

    “Isso é uma pegadinha. Estamos com o grupo maduro, não vamos entrar nessa conversa nem ficar escutando o que os outros estão falando. Vamos para campo e encarar cada jogo como decisão. Outros times vão priorizar, mas não vão desistir. Vão buscar vitórias, Copa do Brasil, tem jogo, o campeonato para e dá para recuperar todo mundo. Vão priorizar, mas não desistir”, frisou Carille.

    “Tem que priorizar algumas coisas. O Grêmio está priorizando duas Copas. Se eu tivesse do lado deles também faria isso. Mas eles não desistiram”, completou.

    Veja Também