Cassio - Corinthians x Sport

    Cássio explica defesa com domínio no peito: ‘Do meio-campo não pode’

    O goleiro Cássio protagonizou um lance pouco comum na sua trajetória pelo Corinthians no último domingo, na vitória por 2 a 1 da equipe sobre o Sport, na Arena. Quando o placar já marcava 1 a 0 para o adversário, ainda no primeiro tempo, ele viu os pernambucanos puxarem contra-ataque e, do meio-campo, Neto Moura tentar encobri-lo. Esperto com a tentativa do armador do Leão, o camisa 12 fez questão de matar a bola no peito, apenas centímetros à frente do gol, mostrando total controle da situação.

    “Não é muito o meu perfil fazer esse tipo de coisa (risos)”, comentou o arqueiro, que abriu um sorriso assim que percebeu o tema da pergunta, balançando a cabeça positivamente ao ser perguntado se a “matada” seria uma resposta à ousadia do atleta rubro-negro em Itaquera.

    “Até brinco com o pessoal que posso tomar gol de perto ou média distância, mas, do meio-campo, não. Felizmente, nunca tomei gol do meio-campo, espero que não aconteça”, continuou o goleiro, vazado no final de semana em um pênalti cobrado por Hernane que tocou na ponta do seu pé esquerdo antes de entrar.

    Contente pelo triunfo, que deixa o Timão com 33 pontos, ainda longe do G6 do Brasileiro, mas ao menos mais distante também da zona de rebaixamento à segunda divisão (oito pontos para os dois lados), o arqueiro espera que o astral consiga embalar o clube a uma sequência de vitórias.

    “Esperamos que sim (que embale). Demos poucas chances para o Sport, tivemos um jogo na quarta que nos empenhamos. Hoje (domingo), nos empenhamos de novo. É passo a passo”, avaliou o ídolo do clube, que terá uma folga nesta segunda-feira e, assim como os companheiros, volta ao trabalho na terça.

    “O professor Jair chegou, vem implementando o trabalhando dele, os resultados vêm acontecendo, estamos crescendo, melhorando, e estou feliz. É um momento importante”, concluiu Cássio.

    Veja Também