Chegou a hora: Corinthians é finalista da Copa Libertadores

    O dia 20 de junho de 2012 vai ficar marcado para sempre na história do Sport Club Corinthians Paulista. Com um gol do meia Danilo aos 02 min da segunda etapa, o Timão garantiu o empate em 1 a 1 contra o Santos na partida de volta da semifinal da Libertadores e se classificou, pela primeira vez, para a final da competição. Com a melhor campanha do torneio e sendo a única equipe que ainda não perdeu, o Alvinegro aguarda agora o duelo entre Universidad de Chile e Boca Juniors, que será realizado na noite desta quinta-feira (21).

    A partida começou com ambas as equipes se estudando. Nos minutos iniciais, o destaque no Pacaembu foi o Bando de Loucos, que gritava sem parar e fazia uma linda festa. Aos 20 min, o Alvinegro chegou muito perto de abrir o placar. Alex cobrou falta no ângulo, mas Rafael fez milagre e salvou o Santos, espalmando para escanteio.

    O time da Vila Belmiro teve sua primeira chance de perigo aos 30 min. Após um contra ataque, Juan pegou rebote da defesa e chutou de primeira. A bola desviou em Jorge Henrique, mas Cássio caiu bem para fazer a defesa. Cinco minutos depois, Neymar aproveitou uma sobra na área do Timão e abriu o placar.

    No último lance da primeira etapa, Jorge Henrique mergulhou de cabeça e mandou no canto, mas o goleiro santista novamente deu uma ponte e evitou o empate da equipe do parque São Jorge. Dessa forma, o primeiro tempo foi encerrado com a vitória parcial do adversário por 1 a 0.

    Estamos na final!

    Logo na volta para a etapa final, o Pacaembu explodiu de alegria! Após cruzamento na área de Alex, Danilo aproveitou a sobra e, calmamente, tocou no canto e tirou Rafael da jogada! O Corinthians empatava o duelo logo aos 02 min do segundo tempo!

    Paulinho mandou uma bomba na trave aos 22 min depois de receber cruzamento de Alex, mas o bandeirinha já havia marcado impedimento do volante. Alex teve uma ótima chance de marcar o segundo do Alvinegro aos 30 min. Chicão tocou de lado para o meia em cobrança de falta e o camisa 12 meteu a bomba. A bola foi no meio do gol, facilitando a defesa de Rafael.

    Nos minutos finais do jogo, o Santos ficou a maior parte do tempo no ataque, mas a melhor defesa da história da Libertadores não deixou sequer a equipe da Vila Belmiro chegar com perigo na área de Cássio. Com três de acréscimo, os guerreiros alvinegros seguraram a bola e garantiram, pela primeira vez, a vaga do Corinthians na final da Libertadores.

    Reportagem: Agência Corinthians

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians