Com 11º reforço, Corinthians gasta mais de R$ 60 milhões após desmanche

    Marquinhos Gabriel será oficializado pelo Corinthians até terça-feira como o 11º jogador contratado para 2016. O investimento de R$ 10,5 milhões para a compra dele faz com o que o clube alcance a marca de R$ 64 milhões em aquisições após o desmanche do elenco campeão brasileiro do ano passado.

    A quantia é semelhante ao que o Corinthians arrecadou com a venda recente de seis titulares para o exterior. Por Gil, Ralf, Jadson, Renato Augusto, Malcom e Vagner Love, o valor líquido aproximado a entrar nos cofres do clube foi de R$ 58 milhões.

    O reforço mais caro para a temporada ainda é o meia Giovanni Augusto, por quem o Atlético-MG recebeu cerca de R$ 15 milhões. Além dele, quase todos os jogadores que mereceram maior investimento são do setor ofensivo, como Guilherme, Marquinhos Gabriel, André, Marlone e Alan Mineiro. A exceção no que diz respeito a reforços é Balbuena, zagueiro paraguaio que é aposta do clube a longo prazo.

    Vale destaque ainda no investimento elevado para manter alguns jogadores que já pertenciam ao elenco campeão nacional. Para impedir a saída do zagueiro Felipe, com proposta do Monaco-FRA, o Corinthians gastou mais de R$ 13 milhões na compra de direitos econômicos que pertenciam ao Banco BMG. Em 2016, ele obteve a primeira convocação para a seleção brasileira.

    Uma operação semelhante à de Felipe com o mesmo parceiro será feita pelo volante Bruno Henrique nos próximos dias, o que engordará a conta de R$ 64 milhões.

    Além de Bruno Henrique e Felipe, o Corinthians ainda investe aproximadamente mais R$ 5 milhões em Lucca, que foi comprado do Criciúma e também do Cruzeiro. O novo contrato do atacante também será assinado nesta semana.

    Os valores levados em conta para a estimativa foram informados pela direção do Corinthians ao longo dos últimos meses. Nesta segunda-feira, conselheiros votam pela aprovação do balanço financeiro referente ao ano de 2015.

    Confira o valor a ser investido em cada contratação do Corinthians em 2016:
    Giovanni Augusto (meia) – R$ 15 milhões
    Felipe (zagueiro) – R$ 13,2 milhões (compra de 50% de direitos econômicos)
    Marquinhos Gabriel (meia) – R$ 10,5 milhões
    Balbuena (zagueiro) – R$ 6 milhões
    Guilherme (meia) – R$ 5,7 milhões
    Lucca (atacante) – R$ 5 milhões (compra de 60% de direitos econômicos)
    Marlone (meia) – R$ 4 milhões
    André (centroavante) – R$ 3,750 milhões (luvas)
    Alan Mineiro (meia) – R$ 1 milhão
    Douglas (goleiro) – sem custos
    Moisés (lateral) – sem custos
    Vílson (zagueiro) e Willians (volante) – empréstimos

    Confira o valor líquido de cada titular vendido após o Brasileirão 2015:
    Gil – R$ 29 milhões
    Renato Augusto – R$ 13,1 milhões
    Jadson – R$ 4,6 milhões
    Malcom – R$ 4,9 milhões
    Vagner Love – R$ 3,3 milhões
    Ralf – R$ 3 milhões

    Veja Também

    Notícias do Corinthians

    Comments (7)

    1. Avatar
      Arthur Facil

      Torcedor Corinthiano tem 100% de bônus no primeiro depósito via 0800. Acesse http://www.futebolfacil.com.br e confira. ACEITAMOS TODOS OS CARTÕES

    2. Avatar
      Jackson Marcelo

      É muito dinheiro

    3. Avatar
      Felipe Mendes

      Poucos tão jogando bem como Giovanni, Balbuena é mais ou menos o André.

      • Avatar
        Eliseu Maciel

        Não tem nem como criticar o André, o Guilherme mal faz a bola chegar no pé do cara.

      • Avatar
        Vlnícius Pontes

        bom pelo menos o Guerrero e o Vagner lover iam atras de buscar a bola, não ficar parado lá na frente.

      • Avatar
        Rafael Carvalho

        na onde q o love ia busca a bola la tras?

      • Avatar
        Marcos Dione

        Claro q ia, ele tinha raça era esforcado e por isso, Querendo ou não, ele é mais rápido q o André.

    Comments are closed.