Com a cabeça na Libertadores, Timão terá apenas um titular contra Cruzeiro

    O Corinthians começará o Campeonato Brasileiro com uma equipe praticamente toda reserva, diante do Cruzeiro, neste domingo, às 16h (de Brasília), em Cuiabá. Após o treino desta sexta-feira à tarde, no CT Joaquim Grava, o técnico Tite revelou na entrevista coletiva que preservará os jogadores considerados titulares para enfrentar o Guaraní, do Paraguai, na próxima quarta-feira, às 22h, na arena, pelas oitavas de final da Taça Libertadores. Apenas o goleiro Cássio jogará.

    O treinador vai decidir a escalação no trabalho de sábado pela manhã, antes da viagem para o Mato Grosso. A comissão técnica e o departamento médico querem evitar qualquer problema físico com os principais jogadores para o decisivo jogo da próxima semana.

    “Só não defini a escalação. Os atletas que iniciaram na quarta não vão para o jogo de domingo, não têm essa condição. É de cunho físico, técnico, tático, emocional, é a mobilização que precisamos ter, o resultado negativo que tivemos, os treinamentos…todos os aspectos”, afirmou Tite.

    No treino de quinta-feira à tarde, o técnico ensaiou uma formação que pode será usada na Arena Pantanal. A tendência é de que ela seja repetida no sábado, fechando a preparação da equipe. O Timão pode ter em campo: Cássio, Edilson, Yago, Edu Dracena e Uendel; Cristian, Bruno Henrique, Danilo e Petros; Mendoza (Emerson) e Vagner Love.

    Emerson e Mendoza, aliás, esperam por uma decisão da Conmebol após terem sido denunciados em virtude das expulsões na derrota para o São Paulo, ainda na fase de grupos da Libertadores. Eles correm o risco de pegar de três a seis partidas de suspensão. Por conta disso, estão confirmados no grupo que vai ao Mato Grosso.

    “A prioridade passa a ser o Cruzeiro. Paralelamente, temos um jogo decisivo, importante, de reverter, de respeito ao adversário, de carinho ao torcedor”, ressaltou o treinador.

    Com a derrota no Paraguai, o Corinthians precisará vencer por três gols de diferença em Itaquera, quarta-feira que vem, na Arena Corinthians. Se devolver os 2 a 0 leva a disputa para os pênaltis. Um placar de 3 a 1 (ou 4 a 2, 5 a 3…) classificaria os paraguaios, pelo critério de gols fora de casa. Quem passar, pega Montevideo Wanderers, do Uruguai, ou Racing, da Argentina.

    Veja Também