Com dois golaços de Romarinho, Timão vence o Guarani da capital

    O Corinthians decidiu dar descanso a todos titulares, neste domingo, contra o Palmeiras, no Pacaembu. A opção de preservar seus principais atletas para as finais contra o Boca Juniors, pela Libertadores, abriu espaço a Romarinho. O atacante marcou dois golaços e decretou vitória de virada do time do Parque São Jorge por 2 a 1, a primeira vitória da equipe no Brasileirão.

    Os dois times continuam na zona de rebaixamento. Com este resultado, o Corinthians aumentou a série invicta diante do Palmeiras no Pacaembu, com sete vitórias e três empates. O último triunfo alviverde ocorreu em 17 de setembro de 1995, 2 a 0, pelo Brasileirão.

    Voltados para as decisões da Libertadores e Copa do Brasil, Corinthians e Palmeiras, respectivamente, fizeram um clássico esvaziado. No Pacaembu, apenas 18 mil torcedores presentes, pouco para um clássico entre as duas equipes.

    Luiz Felipe Scolari tentou despistar o adversário. Ele apresentou uma lista com nomes dos jogadores que atuariam contra o Corinthians. Mas em campo o que se viu aforam dois atletas que não constavam na relação mostrada na sexta: o lateral Cicinho e o atacante Barcos. O treinador havia feito a mesma estratégia nas quartas do Paulistão, contra o Guarani.

    Felipão usou sua base principal, descartando apenas atletas vetados pelo departamento médico, como Luan e Marcos Assunção, machucados, Thiago Heleno, que deixou a semifinal contra o Grêmio com dores, e Artur, que teve lesão muscular há 15 dias e jogou no sacrifício na quinta-feira passada.

    O Palmeiras marcou logo na primeira jogada ofensiva da partida. Avançou pela direita. A zaga corintiana cortou parcialmente, sobrando para João Vitor. Mazinho desviou a bola dentro da área, completando para o gol, aos 4 min.

    Liedson, de bicicleta, quase empata o clássico aos 15 min. A bola bateu na trave e percorreu a linha da meta, assustando o goleiro Bruno.
    Mesmo sem seus principais jogadores e tendo como armador um atleta completamente fora de forma, Douglas, o Corinthians chegou ao empate aos 33 min da 1ª etapa, após belo gol de Romarinho. Liedson invadiu a área e cruzou rasteiro. Romarinho arrematou de letra.

    Para o começo do segundo tempo, Felipão apostou em formação mais ofensiva. Valdivia e Maikon Leite entraram nas vagas Daniel Carvalho e Leandro Amaro. Mas o clássico teve como estrela Romarinho. O jogador do Corinthians recebeu passe de Willian dentro da área e desferiu um chute potente, virando o marcador. A bola ainda acertou a trave antes de entrar. Valdivia se movimentava, mas não conseguia espaços para articular as jogadas de ataque do Palmeiras e de nada adiantou.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians