Com dois jogos em 'casa', Corinthians só fica fora da fase final por desastre

    O plano traçado era somar quatro pontos contra o Cruz Azul (um empate e uma vitória) e foi atingido com o placar de 1 a 0 no Pacaembu, gol de Danilo, na noite da última quarta-feira. Agora, o Corinthians é o líder do grupo 6 e tem 99,7% de chances de classificação para a fase de mata-mata, segundo os matemáticos do site Chance de Gol.

    Ou seja, só um desastre para acontecer uma eliminação precoce na Copa Libertadores. Para facilitar ainda mais, as duas próximas partidas serão com a torcida a favor.

    O jogo contra o Nacional, no dia 11 de abril, acontecerá no Paraguai, porém o Timão praticamente se sentirá em casa. O adversário solicita na Conmebol a mudança para Ciudad del Este, na fronteira com Foz do Iguaçu (PR), e deve ter seu pedido atendido nos próximos dias. O objetivo da equipe da capital Assunção é lucrar com a renda, e boa parte dos 30 mil ingressos será destinada aos torcedores brasileiros. Depois, os comandados de Tite voltam ao Pacaembu no dia 18, para encarar o Deportivo Táchira, atual lanterna da chave.

    O Corinthians soma oito pontos, enquanto o Cruz Azul tem sete e o Nacional três. Na próxima semana, o Táchira recebe os paraguaios na Venezuela, no encerramento da quarta rodada.

    “É ganhar em casa e empatar fora. Pelo desempenho poderia estar com dez pontos, porque era para ter vencido o Cruz Azul lá”, comentou Tite, citando o 0 a 0 na Cidade do México.

    “Está dentro do que planejamos, quatro pontos em dois jogos contra eles [do Cruz Azul]”, endossou o atacante Emerson Sheik.

    Segundo as contas do Chande de Gol, o Corinthians é o brasileiro mais perto da classificação até o momento.

    Reportagem: UOL

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians