Com gol de Lucca, Ponte vence e deixa Corinthians pressionado como nunca

    O Corinthians vive o pior momento no Campeonato Brasileiro desde a rodada em que assumiu a liderança. O time de Fábio Carille foi ao Moisés Lucarelli e perdeu para a Ponte Preta nesta domingo (29) por 1 a 0, com gol de Lucca, e pode perder a liderança pela primeira vez no ano no próximo domingo (5).

    Para que isso seja possível, o Palmeiras agora precisa vencer o Cruzeiro nesta segunda-feira, no Allianz Parque, e ficar a três pontos da liderança. Com o triunfo garantido diante dos mineiros, o Alviverde precisará o clássico em Itaquera para igualar nos 60 pontos e ultrapassar por causa do número de vitórias.

    É o quarto jogo sem vencer do líder: antes, já havia perdido para Botafogo e Bahia e ficado no 0 a 0 com o Grêmio. A Ponte Preta, em compensação, respirar na luta contra o rebaixamento ao chegar nos 35 pontos. Na próxima rodada, a equipe de Campinas vai até Salvador para enfrentar o Bahia, às 18h de domingo (5).  

    Cássio salva o Corinthians

    O jogo começou morno, com as duas equipes travando bastante as jogadas no meio-campo, abusando das bolas aéreas. Foi assim que Jô e Balbuena se “esqueceram” que eram do mesmo time e dividiram a bola no ar, desperdiçando boa chance. Logo depois, foi a vez de Cássio salvar o Corinthians. Nino Paraíba cruzou na área, e Rodrigo cabeceou. O goleiro se esticou para fazer excelente defesa. Logo depois, em jogada paralisada por impedimento, um novo cruzamento terminou na trave de novo.

    Como pode, Gabriel?

    O Corinthians tentou reagir colocando pressão na Ponte Preta. O time aproveitou erro de passe na saída de jogo e viu Jadson arriscar de longe. Aranha deu rebote nos pés de Rodriguinho, que cruzou e viu Gabriel se esticar para dar carrinho. A bola bateu no travessão.

    Lei do ex ataca

    Assim como foi durante todo o primeiro tempo, o jogo era dominado por jogadas aéreas. Jeferson foi até a linha de fundo e cruzou no segundo pau, fora da pequena área, para Lucca. Em uma espécie de peixinho, o atacante acertou o canto oposto de Cássio e abriu o placar. Vale destacar que o atacante está emprestado pelo Corinthians para a equipe de Campinas.

    Quase outro ex ataca

    O Corinthians errou na saída de bola e viu Lucca disparar pela direita. Ele fez tabela com Emerson Sheik e recebeu de novo na entrada da área. De ombro, o atacante tirou o zagueiro Pablo da jogada e cruzou na área novamente para Sheik. O ex-corintiano se jogou para cabecear, mas colocou a bola para fora. Quase outro ex aparece no Moisés Lucarelli. 

    Clayson reclama de Jadson “fominha”

    Clayson entrou bem no jogo para tentar mudar o placar. O atacante passou a ser a principal arma do Corinthians para tentar o empate. Em uma delas, ele sofreu falta e quis bater. O meio-campista foi argumentar com Jadson, mas ouviu não. A resposta deixou Clayson furioso, que foi flagrado pelas imagens da TV Globo reclamando bastante. 

    Aranha faz milagres

    Com a Ponte Preta à frente, o Corinthians se jogou para frente em busca do empate e de tentar a virada. Não conseguiu porque parou em Aranha. O goleiro fez diversas defesas importantes, uma delas um verdadeiro milagre com direito a defesa depois de a bola quicar na grama. 

    Recorde alcançado pelo Corinthians de Carille

    O Corinthians de Carille entrou com a mesma formação no ano pela 13ª vez. E isso significa o recorde histórico do clube de repetição dos mesmos 11 jogadores iniciando um jogo. Agora, a equipe está a uma partida com os mesmos nomes de se transformar em recordista absoluto. Por enquanto, a liderança está sendo dividida com o Coirinthians de 1982. 

    FICHA TÉCNICA
    PONTE PRETA 1 x 0 CORINTHIANS

    Data: 29 de outubro de 2017, domingo
    Horário: 17h (de Brasília)
    Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
    Competição: Campeonato Brasileiro (31ª rodada)
    Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
    Assistentes: Anderson de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo (ambos de SP)
    Cartões amarelos: Fernando Bob, Emerson Sheik, Danilo Barcellos e Naldo (PON); Clayson (PON)
    Gols: Lucca, aos 39 minutos do 1º T

    PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Yago, Rodrigo e Jeferson; Fernando Bob; Lucca (Saraiva), Elton, Wendel (Naldo) e Danilo Barcelos; Emerson Sheik.
    Técnico: Eduardo Baptista

    CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherne Arana; Gabriel (Clayson) e Maycon (Kazim); Jadson, Rodriguinho e Romero (Pedrinho); Jô.
    Técnico: Fábio Carille

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians