Contrato alto no Qatar faz Corinthians recuar por zagueiro e avaliar opções

    • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

      Corinthians recuou em desejo de adquirir Anderson Martins

      Corinthians recuou em desejo de adquirir Anderson Martins

    Depois de admitir publicamente que Anderson Martins era um reforço desejado para o Campeonato Brasileiro, o Corinthians mudou de postura nos últimos dias. O recuo se deu justamente após buscar mais informações sobre a situação contratual do zagueiro de 29 anos e que foi jogador corintiano em 2014. 

    Apesar de anunciar sua saída do El Jaish-CAT no Instagram, Anderson Martins ainda tem vínculo por mais uma temporada no Qatar. A despedida do zagueiro ocorreu porque El Jaish, clube que ao qual estava vinculado desde 2011, se fundiu com o Umm Salal, equipe que Anderson defendeu recentemente por empréstimo. 

    A fusão provocou um excesso de estrangeiros pela junção dos dois elencos, o que abriu para Anderson Martins a possibilidade de se transferir. Nos contatos realizados com o Corinthians, porém, o panorama inicial não foi animador.

    O Umm Salal deseja receber pela transferência de Anderson, que também não abre mão dos salários que tem a receber pela temporada de contrato que há restante. Os vencimentos, para se ter uma ideia, são superiores ao de todos os jogadores do atual elenco corintiano. 

    Se não bastasse o cenário no Qatar, ainda há duas dificuldades na contratação de Anderson Martins. Desejado também por Flamengo e Atlético-MG, o zagueiro e seus representantes tratam o Vasco como prioridade – ele foi vice-campeão brasileiro em São Januário, em 2010. Além disso, o Corinthians tem dívida antiga com Anderson, que se arrasta desde 2014: R$ 1,3 milhão por direitos de imagem vencidos. 

    Má forma técnica afasta Leandro Castán; Corinthians pode até desistir de buscar novo zagueiro

    Sempre ligado ao Corinthians em janelas de transferências passadas, o zagueiro Leandro Castán foi outro nome recentemente comentado no clube. O desempenho na última temporada, após empréstimo ao Torino-ITA, foi avaliado no Parque São Jorge como negativo. 

    Castán tem 30 anos, foi campeão da Copa Libertadores em 2012, mas dois anos depois precisou ser submetido a uma cirurgia importante, no cérebro. Desde então, teve dificuldades em jogar em alto nível. 

    Outro nome oferecido ao Corinthians foi de Paulo Miranda, zagueiro que defendeu o São Paulo e atua na Áustria. A comissão técnica gosta das qualidades do defensor, mas os valores que envolveriam uma operação são considerados inviáveis. 

    Com a segurança apresentada por Pedro Henrique nos últimos jogos, a confiança no jovem Léo Santos e a perspectiva de contar com o regresso de Vílson nos próximos dias, o Corinthians pode até desistir do investimento em um novo defensor, ainda que Balbuena possa ficar fora por aproximadamente um mês devido à lesão muscular. 

    Veja Também