Coordenador técnico do Corinthians critica empresário em venda de Malcom

    O ex-jogador do Corinthians Alessandro, atual coordenador técnico da base do clube paulista, criticou nesta segunda (01), em entrevista ao programa Bem, Amigos!, do SporTV, a postura do empresário de Malcom na transferência do jogador para o Bordeaux-FRA na última semana.

    “Temos que pontuar que o empresário tem que se envolver um pouco mais no clube, se ele tem um atleta, ele tem que entender se é o momento do atleta. Se estamos falando que é precoce o Malcom sair, ele tem que acreditar”, comentou Alessandro, que concordou com o discurso do técnico Tite, que criticou o empresário do jogador, Fernando Garcia, após o jogo contra o XV de Piracicaba, no último domingo (31).

    “Ele (Tite) não esperava perder o atleta tão precocemente. Uma questão comercial. O Arnaldo tocou no assunto de não existir mais terceiros. Ou é atleta-clube, o empresário te quem estar vinculado a um clube”, explicou.

    O ex-jogador relembrou outro caso como exemplo disso. “Desse outro lado, como coordenador de futebol, o empresário tem poder de convencimento para o atleta. Você olha e pensa: “caramba, você está no Corinthians”. Eu cito exemplo do Matheus Cassini, que ficou dois meses com a gente e foi jogar no Palermo, não jogou e está saindo. O jogador é tão jovem que ele fala sim e depois fala que não”, disse.

    Na último domingo (31), o Blog do Perrone publicou uma entrevista exclusiva com o empresário de Malcom, que se defendeu das críticas ressaltando que já perdeu mais dinheiro que ganhou no Corinthians.

    Zaga precisa de reforço

    “Precisa de mais um zagueiro ,mesmo confiando nos que estão no elenco. Ainda se faz importante outro zagueiro. Balbuena estamos analisando, ele fez um jogo recente no final de semana. Há um interesse grande nele, tem essa questão toda de trazer o atleta”, disse Alessandro.

    Veja Também

    Comments (9)

    1. Avatar
      igor cardoso de oliveira

      Tem que pegar os jogadores da base e fazer multas recisorias altas,por exemplo tenta tirar Messi e Neymar do Barcelona.tudo bem que nao si compara o nível mas os valores eu entendo si sao jovem promessas tem que ter multa recisoria de um grande jogador e por mais que o empresário opti pela venda do jovem tornaria o negócio mais difícil e poderia manter os jovens por mais tempos nos clubes brasileiro, tendo um melhor proveito nos times principais.

    2. Avatar
      Nando Silva

      Vende a arena TB seus puto

    3. Avatar

      Tem que ser igual ao Barça e direto com eles as puta veia dos empresario tem que esperar pra ver o que vai acontecer

    4. Avatar
      Ramon Santos

      Bando De Amadores Edu Gaspar E Alessandro Pelo Amor De DEUS Deem O Cargo A Quem Entende Vcs Ai Sao Amadorismo Puro Estao Acabando Com O Corinthians Rpz!

    5. Avatar
      Ramon Santos

      Bando De Amadores Edu Gaspar E Alessandro Pelo Amor De DEUS Deem O Cargo A Quem Entende Vcs Ai Sao Amadorismo Puro Estao Acabando Com O Corinthians Rpz!

    6. Avatar
      Batista Fábio

      Mas é ae desde quando empresário pode mandar no clube

    7. Avatar
      Batista Fábio

      Mas é ae desde quando empresário pode mandar no clube

    8. Avatar
      Leandro Gancho

      Não tem que criticar, são putas só pensam em dinheiro, tem que blindar os jogadores com multas altas para se sair o clube ficar bem, pois é o clube que põe em evidência o jogador, e também parar com essa patifaria de ficar fatiando jogadores, senão no final da nisso, aprende a tarbalhar diretoria, chega de amadorismo, ou ainda não enchergaram que só nos desmanchamos o time

    9. Avatar
      João Carlos

      Estou de acordo com o Alessandro, o Malcom estava no “CORINTHIANS” o que é um sonho de qualquer jogador, e o empresário diz que mais perdeu dinheiro do que ganhou. Desculpa mais isso deveria ser visto como investimento a longo prazo, pois como foi citado, muitos jogadores não rendem nos clubes do exterior; justamente por sairem precocementes de seus países, além de culturas diferentes, clima, comidas, amigos, famílias, etc… Além disso a palavra de não sair veio do Tite, que sabe do que está falando e têm experiência neste asunto. Entendo que um empresário deve ganhar dinheiro sim, mais sua ambição ou necessidade não pode ser maior do que a do jogador, pois ele sim é o princípal a ser considerado e o futura de sua carreira.

    Comments are closed.