Corinthians abre mão de dupla valorizada no mercado e explica o motivo para não aproveitá-la

    O Corinthians acompanhou de perto o desempenho dos seus atletas emprestados durante a temporada, mas nem mesmo os que mais se destacaram têm presença garantida no elenco para 2018. Com algumas posições já povoadas em seu elenco, o clube tenta achar espaço para uma nova cessão de nomes como o volante Jean e o atacante Lucca. Ficar no Timão, na avaliação da comissão técnica e da diretoria, seria frear a evolução deles.

    Veja a programação dos canais FOX Sports 

    “A Ponte caiu, mas o Lucca fez 13 gols, uma marca muito importante. O Jean teve um grande campeonato em alto nível, o primeiro, talvez, deu uma grande resposta. Mas é difícil nesse momento. É ruim para um atleta voltar nesse momento para ser a terceira opção, como seria o Jean, já que temos o Gabriel e o Paulo Roberto”, disse o gerente de futebol, Alessandro, em entrevista à Corinthians TV.

    Com vínculo assegurado até o final de 2020, o meio-campista deve passar mais um ano em uma equipe que jogue a elite nacional. A preferência é que ele continue no Vasco, que terá uma Libertadores para a frente, já que poderá disputar pela primeira vez a competição continental. Até agora, porém, não houve acordo para isso.

    Com desempenho até superior em relação ao do volante, mas com histórico desfavorável no clube, o atacante Lucca é outro que deve ser cedido. Seu contrato é válido até a metade de 2019, dando segurança para que ele seja envolvido em alguma negociação.

    Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

    “O mesmo eu digo para o Lucca. 90% da temporada jogamos com Romero e Jadson, tem Clayson, tem Marquinhos Gabriel. A própria vinda do Júnior Dutra. Avaliamos muito para que não seja uma quarta opção num momento de franca evolução. Outros atletas nós estamos buscando aí pelos Estaduais para dar uma minutagem boa para eles”, continuou Alessandro.

    Além da dupla, o goleiro Douglas e o atacante Mendoza foram outros a se destacarem na Série A, mas também sofrem pelo excesso de opções no grupo de atletas. Por outro lado, atletas que mostraram regularidade, sem encantar, podem ganhar chance nos setores menos favorecidos do elenco, como a zaga e a lateral esquerda.

    Yago, que esteve na Ponte Preta, e Vinícius Dell’Amore, que atuou pelo Fortaleza, devem ser reintegrados para trabalhar com a comissão técnica enquanto o Timão não acerta com um zagueiro mais experiente. Na esquerda, Guilherme Romão, que atuou na Série B pelo Oeste, será um dos concorrentes ao setor com a saída de Guilherme Arana.

    Saiba mais:

    Desejo do Fla recebe proposta milionária

    Atlético-MG quer fechar com Roger Guedes

    Corinthians manda recado a rivais

    Crédito da Foto: Agência Corinthians

    Veja Também

    Notícias do Corinthians