Corinthians admite ainda não ter pago Oswaldo; ex-auxiliar aciona a Justiça

    • Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

      Roberto de Andrade em apresentação de Oswaldo no Corinthians

      Roberto de Andrade em apresentação de Oswaldo no Corinthians

    Demitido em dezembro depois de apenas nove partidas no comando do Corinthians, o treinador Oswaldo de Oliveira ainda não recebeu a rescisão a que tem direito no clube. As dívidas, confirmadas pelo diretor jurídico Luiz Alberto Bussab à reportagem, atingem não apenas Oswaldo, mas os demais membros demitidos de sua comissão. 

    Em função dessa pendência, um dos integrantes do estafe de Oswaldo, o auxiliar Luiz Alberto da Silva, acionou o Corinthians na justiça trabalhista. Um processo foi aberto nesta quinta-feira contra os corintianos por conta dos valores em aberto. Como pagamento de rescisão, o treinador deveria receber o equivalente a dois meses de salário – o contrato assinado com ele era válido até dezembro de 2017. Oswaldo, porém, não chegou a ingressar com nenhuma ação. 

    “Ainda não fomos notificados, mas tenho certeza que faremos um acordo com o Oswaldo e sua equipe”, explicou Bussab. 

    Além de Luiz Alberto e do próprio treinador, a comissão de Oswaldo teve demitidos o preparador físico Ricardo Henriques e o analista de desempenho Thiago Largh. 

    Credor do Corinthians, Oswaldo de Oliveira não voltou a trabalhar nesta temporada depois da passagem frustrante pelo Parque São Jorge. O roteiro com ele repete as saídas de Tite, em 2013, e Mano Menezes, em 2014, que demoraram meses para receber todo o montante a que tinham direito. No caso de Tite, premiações. Já no caso de Mano, direitos de imagem. 

    Em nove partidas no Corinthians, Oswaldo teve duas vitórias, quatro empates e três derrotas, insuficiente para conseguir vaga na Copa Libertadores desse ano. Foi a terceira passagem do treinador pelo clube. Na primeira, absolutamente vitoriosa, ele faturou o Campeonato Paulista, o Campeonato Brasileiro e o Mundial de Clubes. 

    A reportagem tentou contato com Luiz Alberto e sua advogada, mas não obteve sucesso. 

    Veja Também