Corinthians anuncia que Adriano foi demitido por justa causa

    O Corinthians se manifestou nesta sexta-feira sobre a saída de Adriano, ocorrida na última semana. Por meio de uma nota em seu site oficial, o clube afirmou que demitiu o atacante por justa causa e não em comum acordo, como foi divulgado na ocasião.

    De acordo com a equipe paulista, a não divulgação do real motivo da dispensa foi para preservar o atleta. É esperado que Adriano se pronuncie ainda nesta sexta-feira para dar a sua posição sobre o caso.

    Na nota, o clube manifesta ainda que permanece aberto ao diálogo com os representantes do atleta em busca de um acordo financeiro. Caso as partes não se acertem, Adriano pode contestar na Justiça os motivos de sua demissão. No entanto, o clube acredita estar respaldado juridicamente.

    O procurador do atleta, Luiz Cláudio Menezes, teve uma primeira reunião com a diretoria do clube alvinegro na semana passada, mas não houve solução do caso. Por contrato, o Corinthians deveria pagar R$ 1,8 milhão, valor referente aos salários que deveriam ser pagos até 30 de junho de 2012, último dia de vínculo. Com a demissão por justa causa, o clube não precisa mais desembolsar a quantia.

    Oficialmente, o ex-camisa 10 teve seu vínculo encerrado por não se dedicar como deveria para entrar em forma. A última polêmica envolvendo o nome do centroavante aconteceu antes da partida contra o Guarani, para a qual ele estava escalado e acabou cortado sem que o motivo fosse esclarecido.

    Em cerca de um ano no Corinthians, Adriano disputou apenas oito partidas e marcou dois gols. No período, acumulou faltas a treinos e foi multado duas vezes.

    Confira a nota divulgada no site do clube:

    “Em virtude de notícias divulgadas sobre a rescisão do contrato de trabalho do atleta Adriano, a diretoria do Sport Club Corinthians Paulista comunica que a dispensa do atacante, ocorrida no último dia 12/03, se deu por justa causa.

    A não divulgação de tal decisão, naquele momento, se deu em razão do interesse do clube em preservar o próprio atleta, não expondo fatos que dizem respeito somente às partes envolvidas.

    Mesmo após a decisão de encerrar o contrato entre atleta e clube por justa causa, o Corinthians permanece aberto ao diálogo”.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians