Corinthians busca atacante e analisa destaque da Ponte no Brasileirão

    A prioridade do Corinthians na busca por reforços para o segundo semestre é o ataque. Sem Guerrero, que acertou com o Flamengo, e Emerson Sheik, que não terá contrato renovado depois de 31 de julho, a diretoria alvinegra analisa nomes mais baratos no mercado nacional e também sul-americano. Biro Biro, da Ponte Preta, é a opção que mais agrada à comissão técnica.

    Destaque na boa campanha da Macaca neste Campeonato Brasileiro, Biro Biro está emprestado pelo Fluminense até o fim do ano. Por isso, o Timão precisa negociar diretamente com os cariocas – a intenção é fazer uma proposta para adquirir parte dos direitos econômicos do jogador. O Flu tem 50%, enquanto os outros 50% são do Nova Iguaçu.

    O empresário Fernando Garcia tenta ajudar na negociação. Conselheiro do Corinthians, ele também é agente de nomes como Malcom e Petros e conversa para comprar os direitos econômicos. O negócio está nas mãos do superintendente de futebol Andrés Sanchez.

    A Ponte Preta está ciente do interesse no atacante, mas acha que Biro Biro deve continuar no Campeonato Brasileiro. A regra da CBF permite transferências entre clubes da Série A desde que o jogador envolvido não tenha atingido a marca de sete jogos. O jogador da Macaca participou de quatro partidas na atual edição.

    Questionado pela reportagem sobre o interesse em Biro Biro, o presidente Roberto de Andrade despistou e preferiu falar em termos mais genéricos sobre a busca por um atacante.

    “Estamos analisando todos os mercados. Tem América do Sul, tem Série B, tem também a Série A, pois ninguém completou sete jogos ainda. Estamos atrás disso, e a torcida pode ficar tranquila porque teremos novidades em breve”, afirmou o presidente.

    A ideia do Corinthians é trazer reforços por custos baixos. Em crise financeira, o clube precisa diminuir a folha mensal para terminar o ano em situação mais tranquila.

    Veja Também

    Fotos do Corinthians