Corinthians faz 17ª final no século e espera título para ajustar as contas

Pedrinho - Corinthians 2 x 1 Flamengo
Foto: Ag. Corinthians

O Corinthians tem dado as cartas no futebol nacional neste século e agora chega à 17ª final de campeonato no período ao garantir vaga para decidir a Copa do Brasil contra o Cruzeiro. O número enche o torcedor de orgulho e traz respiro para a diretoria, que vê as finanças decolarem com o desempenho técnico do time na temporada.

Só com a passagem à final da Copa do Brasil, o Corinthians  garantiu R$ 20 milhões. O número chegará a R$ 50 milhões em caso de título. Esses valores, além de tapar o rombo de um possível déficit nesta temporada, dará tranquilidade para planejar 2019.

– Claro que era um fator importante e vai nos ajudar muito. Ainda não sabemos o que faremos com dinheiro, mas certamente pagaremos muitas contas e poderemos manter um time forte – afirmou o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves.

O ganho financeiro premia uma filosofia vencedora que faz deste o período mais vitorioso da história do clube. Para se ter uma ideia, neste século, o Corinthians conquistou 17 taças, contando cinco campeonatos de pontos corridos: Série A (2005, 2011, 2015, 2017) e Série B (2008). Assim, tem apenas duas taças a menos do que Internacional, maior vencedor do Brasil a partir de 2001. Logo atrás do Timão vem o próprio Cruzeiro, com 15 taças, e ainda três competições a disputar neste ano.

Curiosamente, o Corinthians decidirá o título contra o Cruzeiro de Mano Menezes, responsável por levar o time às duas últimas finais de Copa do Brasil em 2008 e 2009. No primeiro ano, ele perdeu para o Sport e depois bateu o Internacional. Mano é considerado o mentor do projeto que implantou a estrutura mantida até hoje no futebol e que levou o Timão a ganhar tudo no período, inclusive Libertadores e Mundial.

Das 16 taças que disputou no século, o Corinthians ganhou 12. Foram sete finais de  Paulistas (2001, 2003, 2009, 2011, 2013, 2017 2018), quatro Copas do Brasil (2001, 2002, 2008 e 2009), uma Libertadores (2012), um Mundial (2012), um Torneio Rio-São Paulo (2002), um Brasileiro (2002) e uma Recopa Sul-Americana (2013).

Veja abaixo os títulos dos principais campeões deste século entre os grandes clubes brasileiros:

1) Internacional – 19
​Gaúcho (2002, 03, 04, 05, 08, 09, 11, 12, 13, 14, 15 e 16), Libertadores (2006, 10), Mundial (06), Recopa (07, 11), Copa Sul-Americana (08) e Copa Suruga (09).

2) Corinthians – 17
Paulista (2001, 03, 09, 13, 17, 18), Libertadores (12), Mundial (12), Brasileiro (05, 11, 15, 17), Copa do Brasil (02, 09), Série B (08), Rio-São Paulo (02), Recopa (13)

3) Cruzeiro – 15
Mineiro (03, 04, 06, 08, 09, 11, 14, 18), Brasileiro, (03, 13, 14), Copa do Brasil (03, 17) e Copa Sul-Minas (01, 02)

4) Santos – 12
Paulista (06, 07, 10, 11, 12, 15, 16), Libertadores (11), Brasileiro (02, 04), Copa do Brasil (10) e Recopa (12)

5) Flamengo – 11
Carioca (01, 04, 07, 08, 09, 11, 14, 17), Brasileiro (09), Copa do Brasil (06, 13)

6) Atlético-MG – 10
Mineiro (07, 10, 12, 13, 15, 17), Libertadores (13), Série B (06), Copa do Brasil (14), Recopa (14)

7) Grêmio – 10
Gaúcho (01, 06, 07, 10, 18), Libertadores (17), Série B (05), Copa BR (01, 16)

8) São Paulo – 8
Paulista (2002, 05), Libertadores (05), Mundial (05), Brasileiro (06, 07, 08), Copa Sul-Americana (12)

9) Fluminense – 7
Carioca (02, 05, 12), Brasileiro (10, 12), Copa do Brasil (2007), Primeira Liga (16)

10) Palmeiras – 6
Paulista (08), Brasileiro (16), Série B (03 e 13), Copa do Brasil (12, 15)

11) Vasco – 5
Carioca (2003, 15, 16), Série B (09), Copa do Brasil (13)

12) Botafogo
Carioca (2006, 10, 13, 18), Série B (15)

Notícia Anterior

Aos 34, Jadson vira insubstituível com Jair Ventura no Corinthians

Próxima Notícia

Prováveis escalações de América-MG versus Corinthians