Corinthians lança a ‘Fielzinha’, máquina de cartão de débito e crédito. Confira

    Em busca de novos recursos financeiros, o Sport Club Corinthians Paulista reativa o projeto Fielzinha, a máquina de cartões de crédito e débito oficial do Timão. A parceria com a Innova Capture, empresa de meios de pagamento, existe desde 2015, mas o modelo de negócio precisou passar por algumas reformulações para ser ativado. Com a retomada das ações, o Corinthians receberá um percentual sobre todas as transações realizadas em cada máquina ativa no mercado. As receitas serão mensais, recorrentes e sem prazo de vencimentos.

    Veja a programação do FOX Sports

    Por ser uma parceria relacionada à indústria de meios de pagamento, os valores tendem a crescer de forma gradativa. Estima-se, no entanto, que a Fielzinha renda aos cofres do clube, aproximadamente, 50 milhões de reais nos cinco primeiros anos.

    “Trabalhamos para criar novas oportunidades de negócios e, consequentemente, fontes de receita para o Corinthians. O projeto da Fielzinha, realizado em parceria com a Innova, foi reformulado e tem grande potencial. O clube acredita no sucesso do produto e trabalhará, junto com a empresa, para que se torne realidade”, disse Fernando Sales, Diretor de Marketing do clube.

    Veja também:

    Ex-Timão de saída de gigante italiano

    Benfica quer revelação do Brasileirão

    Time inglês quer ex-São Paulo e Vasco

    Sócio-proprietário da Innova Capture, Vagner de Moraes enumerou alguns pontos da parceria e falou sobre o período em que o projeto levou para ser remodelado e finalizado.

    “A construção do modelo de negócio teve suas particularidades e foi preciso um período maior do que havíamos planejado. O projeto segue sendo inovador e consiste em levar ao lojista, seja ele corintiano ou não, uma máquina com opções mais vantajosas do que as que já estão no mercado. O Corinthians receberá um percentual sobre todas as vendas efetuadas pela Fielzinha, sem limite de valor. Enquanto a máquina estiver sendo usada, o clube participará da receita e poderá expandir os lucros exponencialmente, assegurando orçamentos através de fonte de renda recorrente e sustentável”, analisou.

    Veja Também