Corinthians marca 40% dos gols nos últimos 15 minutos das partidas

    Torcer pelo Corinthians em 2012 vem sendo um teste de paciência e de boa saúde para a Fiel. Se o número de gols ainda não agrada nem o técnico Tite, o Timão vem marcando em momentos decisivos dos jogos. Nas 22 vezes que o Alvinegro balançou a rede entre as partidas do Campeonato Paulista e da Taça Libertadores, nove foram nos últimos 15 minutos.

    O número corresponde a mais de 40% do total e sempre fez a equipe somar pontos, seja em viradas, empates ou gols que apenas confirmaram mais um triunfo. Quando marca no fim, o Corinthians não perde.

    Sofrimento e alegria começaram a caminhar juntos no Timão logo no primeiro jogo da temporada, na suada vitória por 2 a 1 sobre o Mirassol. Atrás no placar, o Alvinegro só reagiu aos 30 minutos do segundo tempo, com Elton marcando. Aos 43, quando a pressão já era grande, o zagueiro Dezinho fez contra.

    Outra vitória no fim aconteceu diante do Catanduvense, também no Pacaembu. A igualdade custou a aparecer e só chegou com um gol de Paulinho, aos 35. Quando o empate parecia certo, Danilo encontrou um espaço no canto direito do goleiro para fazer 2 a 1, aos 47.

    Um menor esforço também foi recompensado no estadual. Depois de muito sufoco e chances perdidas, Emerson fez aos 34 e garantiu o triunfo por 1 a 0 sobre o Linense, em São Paulo. Já diante da Portuguesa, o gol de Ramírez, também aos 34, assegurou a vitória por 2 a 0.

    Quando não venceu, o Corinthians conquistou resultados importantes marcando no fim. Logo na estreia na Taça Libertadores, Ralf fez aos 49 da etapa final e impediu a derrota para o Deportivo Táchira, na Venezuela. No último domingo, Gilsinho, aos 44, e Ramon, aos 48, salvaram o empate por 3 a 3 diante do Comercial, em Ribeirão Preto, ficando só um ponto atrás do líder Palmeiras.

    – É difícil sair atrás e depois correr para buscar o placar. O Tite sempre coloca para mantermos a concentração na partida e estarmos preparados. Isso é muito da concentração nos jogos – afirmou o volante Paulinho.

    O Timão, porém, já foi vítima da própria arma. A equipe vencia o Mogi Mirim, fora de casa, mas levou o gol de empate aos 41 minutos do segundo tempo. O mesmo aconteceu contra o Guarani. Fumagalli, de pênalti, empatou aos 43. Quatro pontos perdidos que colocariam o Alvinegro disparado na primeira colocação do estadual.

    A favor ou contra, o Corinthians é emoção total até o último minuto.

    Reportagem: Globo Esporte

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians