Corinthians na Copinha: a quarta conquista com uma equipe histórica

    Depois de levar o terceiro título da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 1995, o Corinthians voltou à decisão da competição em 1997, mas acabou derrotado pelo Lousano Paulista nos pênaltis, por 4 a 3 – após empate em 1 a 1 no tempo normal –, no Canindé. Mas a história reservava uma campanha histórica para conquistar a quarta taça, em 1999, com um time que ficou marcado pela grande quantidade de jogadores que subiram ao time profissional com razoável – ou muito – sucesso.

    Na primeira fase, o Alvinegro esteve no Grupo F, com sede em Santo André, no Estádio Bruno José Daniel. O time do Corinthians contava com nomes como Edu, Ewerthon, Gil, Fernando Baiano, Índio, Ânderson, entre outros.

    A estreia na competição foi diante do Unibol, do Maranhão, no dia 7 de janeiro. Com dois gols de Ewerthon e um de Gilmar, o Alvinegro venceu por 3 a 0. Na segunda rodada, a equipe de Parque São Jorge, à época comandada por Roberto Brida, teria pelo frente o maior campeão da Copinha até então: o Fluminense – com cinco conquistas.

    Sem tomar conhecimento do time carioca, o Corinthians goleou por 4 a 0, no dia 10 de janeiro, com dois gols de Fernando Baiano e dois de Ewerthon. Na última rodada, o Timãozinho enfrentou o Santo André, dono da casa, para decidir quem avançava de fase. Apenas o primeiro se classificava, e ambas as equipes tinham seis pontos.

    O confronto aconteceu no dia 14 de janeiro, e o Corinthians não teve problemas para vencer por 3 a 1, com dois gols de Fernando Baiano e um de Edu. Passagem carimbada para as oitavas de final.

    O adversário na fase seguinte foi a Independente de Limeira-SP. No dia 17 de janeiro, ainda no Estádio Bruno José Daniel, em Santo André, o Alvinegro goleou a equipe do interior paulista por 5 a 1. Gil, Ewerthon (2), Fernando Baiano e Kléber anotaram os gols da vitória corinthiana.

    Nas quartas de final, o Timãozinho encarou, novamente, uma equipe do interior de São Paulo: o Mirassol. No dia 20 de janeiro, de novo no Bruno José Daniel, Gil, Ewerthon e Gilmar marcaram, e o Corinthians venceu por 3 a 1, assegurando-se nas semifinais.

    Os comandados do técnico Roberto Brida finalmente saíram de Santo André. O desafio por uma vaga na decisão da competição seria diante do América-MG, no Estádio do Canindé, em 23 de janeiro. Fernando Baiano fez o único gol da vitória alvinegra por 1 a 0. O Corinthians estava novamente na final da Copinha.

    A decisão foi diante do Vasco da Gama, no dia 25 de janeiro, no Pacaembu. Impressiona ver hoje em dia a equipe titular do Corinthians escalada para o confronto final. O time tinha Renato; Índio, Marcelo, Ânderson e Kléber; Rodrigo Pontes, Edu e Andrezinho; Gil, Ewerthon e Fernando Baiano. Todos os 11 jogadores foram titulares do profissional do clube do Parque São Jorge por pelo menos um jogo – alguns, então, fizeram história com diversos títulos conquistados no fim dos anos 90 e início do século XXI.

    Veja Também