Corinthians revê time que “deu” a Carille 1ª chance como técnico do clube

    • Danilo Verpa/Folhapress

      Carille em outubro de 2010: chance após queda de Adilson Batista

      Carille em outubro de 2010: chance após queda de Adilson Batista

    Uma derrota improvável para o Atlético-GO em pleno Pacaembu levou o técnico Fábio Carille ao comando do time do Corinthians pela primeira vez, ainda em outubro de 2010. Neste domingo, quase sete anos depois, a equipe do treinador, consolidado no cargo após o título estadual deste ano, revê o time goiano em partida válida pela terceira rodada do Brasileirão, em Goiânia, no Serra Dourada.

    Carille teve a primeira experiência de forma interina como treinador do Corinthians diante do Vasco, em São Januário (derrota por 2 a 0), apenas três dias depois de o Corinthians perder por 4 a 3 já na reta final do Campeonato Brasileiro.

    O revés para o Atlético-GO colocou ponto final na breve trajetória de Adilson Batista, de 17 jogos, pelo clube alvinegro – ele, por sua vez, havia substituído Mano Menezes, que em julho assumira a seleção brasileira.

    Em entrevista ao UOL Esporte, Carille recordou como recebeu a notícia de que Adilson tinha sido demitido, Ainda no vestiário do Pacaembu, o atual treinador soube também que estaria à frente da equipe contra o Vasco. 

    “Eu lembro que já me avisaram logo após o jogo que o Adilson Batista estava fora e que eu dirigiria no próximo jogo. Eu lembro que o ambiente estava bem pesado, mas não lembro mesmo de sequência de resultados, enfim. Mas eu fui avisado no vestiário ainda”, disse Carille.

    O técnico campeão paulista em 2017 ainda ressaltou as dificuldades que precisou enfrentar na ocasião, pois o Corinthians tinha muitos atletas no departamento médico.

    “O maior desafio foi montar o time. Tínhamos 11 jogador machucados. Ronaldo, Castán, Dentinho, Jorge Henrique, Bruno César. Tínhamos 11 desfalques. Tivemos de fazer algumas improvisações. Esse foi o maior desafio naquele momento”, relembrou o treinador.

    Alex Carvalho/UOL

    Carille em São Januário: técnico do Corinthians, como interino, antes da chegada de Tite

    Carille, que chegou ao Corinthians em 2009 para ser auxiliar de Mano ao lado de Sidnei Lobo, comandou o Corinthians pela segunda vez diante do Guarani. Após o empate sem gols, a diretoria corintiana anunciou a chegada de Tite, que após oito jogos levou a equipe ao terceiro lugar do Brasileirão.

    Na tarde deste domingo, o Corinthians de Carille buscará a segunda vitória consecutiva fora de casa após bater o Vitória por 1 a 0 em Salvador. Na estreia do Brasileirão, o time alvinegro empatou por 1 a 1 com a Chapecoense em Itaquera.

    FICHA TÉCNICA

    ATLÉTICO-GO X CORINTHIANS

    Data: 28 de maio de 2017, domingo
    Horário: 16h (de Brasília)
    Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
    Competição: Campeonato Brasileiro (3ª rodada)
    Árbitro: Paulo H Schleich Vollkopf (MS)
    Auxiliares: Eduardo Goncalves da Cruz e Leandro dos Santos Ruberdo (ambos de MS)

    ATLÉTICO-GO: Felipe; Eduardo, Ricardo Silva, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Marcão, André Castro, Igor e Jorginho; Everaldo e Walter. Técnico: Marcelo Cabo

    CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô. Técnico: Fábio Carille

    Veja Também

    Comments (1)

    1. Avatar
      Monique Silva

      Guilherme Arana monstro…
      Joga demais

    Comments are closed.