Corinthians roda elenco, mantém padrão e ganha fôlego para duelo com o Fla

    • Paulo Whitaker/Reuters

      Corinthians avançou na Sul-Americana mesmo sem alguns titulares

      Corinthians avançou na Sul-Americana mesmo sem alguns titulares

    O Corinthians conseguiu avançar na Copa Sul-Americana ao derrotar o Patriotas-COL por 2 a 0 na última quarta-feira, em Itaquera. De quebra, alguns jogadores do elenco, poupados ou com poucos minutos em campo, ganharam fôlego para a partida contra o Flamengo no próximo domingo.

    Rodriguinho, Romero e Fagner, por exemplo, não ficaram nem no banco de reservas. Jô, por sua vez, atuou só nos últimos 15 minutos da partida contra os colombianos. O quarteto vai reforçar o time diante do Flamengo, em jogo importante do Campeonato Brasileiro.

    Segundo o técnico Fábio Carille, os jogadores poupados estavam com problemas físicos, mesmo que leves. Rodriguinho sentia dores na panturrilha, enquanto Jô, de acordo com o treinador, tinha um desgaste na coxa.

    “A questão do Fagner… Nos assustamos no banco quando colocou a mão no joelho contra o Fluminense. É inflamação, nada sério, expectativa de jogar domingo. Romero tem um pequeno edema no adutor, deve estar amanhã ou sexta no campo. Ficamos só sem Jadson e Pablo para domingo”, disse o técnico.

    Com o triunfo por 2 a 0 (gols de Balbuena e Pedrinho), o Corinthians ainda aumentou a série invicta na temporada 2017. Agora são 31 jogos sem perder, a segunda melhor marca da história do clube.

    Marcello Fim/Raw Image/Estadão Conteúdo

    Balbuena marcou o quinto gol em 2017

    Time mantém padrão

    Sem Fagner e o trio titular do ataque, Carille optou pela entrada de Léo Príncipe, Marquinhos Gabriel, Clayton e Kazim contra o Patriotas. Nessa nova formação, Giovanni Augusto, que substituiu Jadson contra o Fluminense, atuou centralizado na linha de três do 4-2-3-1.

    Marquinhos jogou aberto à direita, com Clayton à esquerda e Kazim na referência. Com o mesmo padrão, o time pouco sentiu as ausências, sobretudo no primeiro tempo. Na etapa inicial, mostrou as características habituais, com compactação, triangulação e rápida recomposição pelos lados.

    “Fico feliz [com a atuação dos reservas]. Sabemos que o time vai errar mais que o normal. Eram quatro jogadores de frente que não vêm jogando. Tudo dentro da normalidade. É uma dor de cabeça boa. O campeonato se afunila e sabemos que teremos problemas. É bom contar com todos”, ressaltou Carille.

    Na etapa final, o técnico fez três substituições: Jô, Pedrinho e Camacho entraram nas vagas de Giovanni Augusto, Clayton e Kazim, respectivamente. O time caiu de produção e levou até alguns sustos do Patriotas, que precisava chegar ao empate por 1 a 1 para levar a decisão para os pênaltis. Para Carille, o cenário já era esperado.

    Daniel Vorley/AGIF

    Pedrinho comemora o primeiro gol pelo time profissional do Corinthians

    “Mudou os três de trás do camisa 9. Isso dificultou. Eu falei: vamos errar mais do que o normal. Isso dificultou a participação do Kazim, mas é jogador de frente que precisa de jogo, treina forte, entrando com uma equipe mais entrosada o rendimento dele poderia ter sido melhor”, explicou.

    Liderança folgada

    O Corinthians entrará em campo contra o Flamengo às 16h (de Brasília). Em Itaquera, o time defende uma liderança folgada – são oito pontos em relação ao Grêmio, dez sobre o Santos e 12 para o rival deste domingo.

    A equipe de Carille ainda verá o vice-líder enfrentar o terceiro colocado: o duelo entre Grêmio e Santos acontecerá no mesmo dia, mas terá início às 19h (de Brasília).

    Veja Também

    Comments (3)

    1. Avatar
      Tiago Lima
    2. Avatar
      Carlinha Yasmin

      Aqui tem corinthians sempre

    3. Avatar
      João Paulo Filho Filho

      É nós Corinthians

    Comments are closed.