Corinthians sofre com objetos atirados no campo e pede apoio da Fiel

    Os jogadores do Corinthians sofreram com o comportamento da torcida do Cruz Azul durante o empate por 0 a 0 no Estádio Azul, na Cidade do México. Após o apito final do árbitro, os brasileiros tiveram dificuldades para se dirigirem ao vestiário, por conta de objetos atirados no campo.

    “Isso é feio, não pode acontecer. Espero que torcida do Corinthians toda esteja vendo e torça sem fazer isso, que é tremendamente feio. Encha o Pacaembu e não tenha atitudes como essas”, declarou Emerson Sheik, em entrevista à TV Globo.

    Na próxima quarta (dia 14), acontece o duelo entre as duas equipes no estádio municipal. Se vencer, o Timão chegará a oito pontos, na liderança do Grupo 6 da Libertadores.

    O meia Alex foi alvo da ira da torcida mexicana nos minutos finais da partida, quando se aproximou das arquibancadas para cobrar um escanteio. Copos voaram em sua direção.

    “O problema não é papel ou copo, é moeda, pedra, então tenho que me proteger”, explicou. Como o placar apontava 0 a 0, os atletas do Cruz Azul pediram para que ele batesse rapidamente o escanteio.

    “Eles [jogadores] reconhecem que é errado, todos sabem que é. Mandaram bater rápido porque jogavam em casa e queriam a vitória, enquanto algum ou outro pede para a torcida parar”, contou o camisa 12 alvinegro.

    Reportagem: UOL

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians