UOL Esporte - 15 de julho de 2017 às 21:12


Pela primeira vez no Campeonato Brasileiro de 2017, o Corinthians saiu atrás no placar diante do Atlético-PR, neste sábado, na Arena Corinthians. Também pela primeira vez, o alvinegro virou o jogo, com dois gols de Jô, mas acabou cedendo o empate e garantindo apenas um ponto no placar de 2 a 2.

O time comandado por Fábio Carille não sofria gols há sete partidas na competição, e não saía atrás no placar em uma partida há impressionantes 25 jogos. Com o ponto conquistado, o Corinthians mantém a liderança isolada do Brasileirão, com 36 pontos, 11 a mais que o Grêmio, segundo colocado.

O Furacão sai da Arena Corinthians com motivos para comemorar o empate diante do líder. O clube paranaense chega a 16 pontos, ultrapassa o Bahia e dorme na 13ª posição.

O melhor: Jô, Corinthians

Quando o Corinthians precisou, ele estava lá. Em um dos jogos com maior adversidade para o alvinegro no Brasileiro, coube ao centroavante balançar as redes duas vezes e virar a partida, mas o Atlético-PR buscou o empate e frustrou a vitória corintiana.

O pior: Cascardo, Atlético-PR

Escalado mais à frente para articular o time paranaense, não cumpriu a função. Depois que o Corinthians virou o placar, foi o primeiro a ser sacado pelo técnico interino Kelly.

Golaço quebra 1º tempo morno

A maior parte da primeira etapa foi morna, de poucas oportunidades. O Atlético-PR procurou tocar a bola e furar a defesa de um Corinthians pragmático como sempre. A mudança de clima veio dos pés de uma jogadaça individual, quando Jonathan entortou quatro marcadores e bateu cruzado sem chances para Cássio, esquentando a partida.

“Vem na minha”

O gol acordou o Corinthians, que levou menos de dez minutos para responder. Moisés recebeu de Jadson na esquerda e cruzou com força; a bola passou por toda a defesa do Atlético-PR, mas não por Jô. De perna direita, o centroavante empurrou para as redes e sinalizou pedindo calma à torcida corintiana. 1 a 1.

“Estou aqui”

Nem bem começou a segunda etapa, e Jô voltou a chamar a responsabilidade. Maycon invadiu a área e rolou para trás; o camisa 7 corintiano bateu firme, e virou o placar. A promessa feita com o pedido de calma à torcida foi cumprida, e a tranquilidade restaurada na Arena Corinthians – ainda que temporariamente.

Água mole em pedra dura

Depois de sofrer a virada, o Atlético-Pr passou a correr atrás do empate. Douglas Coutinho perdeu um gol incrível ao receber a bola limpa dentro da área, quase na pequena área, e bater por cima do gol. Lucho Gonzalez também teve sua chance dentro da área, mas foi travado pela zaga. O empate finalmente chegou no finalzinho, aos 38 minutos da segunda etapa: Otávio arriscou de fora, a bola desviou em Balbuena e enganou Cássio.

Última chance

Com o revés, foi a vez de o Corinthians retomar a iniciativa e ter suas chances. Jô apareceu na cara de Weverton, que conseguiu fazer a defesa e evitar a vitória do alvinegro. 

Tente outra vez

Cássio se tornou o segundo goleiro na história do Corinthians com mais minutos seguidos sem sofrer gols, ultrapassando a marca de 661 minutos de Carlos, mas ainda não será dessa vez que terá a chance de ultrapassar o recordista Jairo, que acumulou 957 minutos. O alvinegro não saía atrás no placar há 25 jogos.

Vetado no banco

Fabiano Soares não pôde comandar o Atlético-PR. Contratado nesta semana para substituir Eduardo Baptista, o treinador não teve a sua documentação regularizada e o nome inscrito no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF. Por isso, o auxiliar Kelly ficou no banco.

Casa cheia

A boa fase do Corinthians empolgou a torcida. A partida deste sábado à noite foi a 12ª consecutiva do alvinegro com mais de 30 mil pessoas na Arena. De quebra, o público desta rodada atingiu 41.450 torcedores.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS x ATLÉTICO-PR

Data: 15 de julho de 2017, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Local: Arena Corinthians
Competição: Campeonato Brasileiro (14ª rodada)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa – SC)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse (ambos Fifa – SP)
Gols: Jonathan, 37’/1ºT (0-1), Jô, 44’/1ºT (1-1); Jô, 5’/2ºT (2-1); Otávio, 38’/2ºT

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Moisés; Gabriel e Maycon, Marquinhos Gabriel (Pedrinho), Jadson e Romero (Clayson); Jô. Treinador: Fábio Carille

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Paulo André e Sidcley; Otávio, Lucho Gonzalez (Eduardo da Silva) e Eduardo Henrique; Cascardo (Nikão), Douglas Coutinho e Pablo. Treinador: Kelly (Interino)

Comentários