Corintianos precisam vencer SP para confirmar melhor “bicho” no Brasileirão

    • Alexandre Schneider/Getty Images

      Vitórias contra Vasco, já confirmada, e SP, rival de domingo, podem render prêmio extra ao elenco

      Vitórias contra Vasco, já confirmada, e SP, rival de domingo, podem render prêmio extra ao elenco

    Além do impacto que pode ter na tabela do Campeonato Brasileiro, o clássico contra o São Paulo também pode engordar o bolso de jogadores do Corinthians. Em espécie de pacto para reencontrar o caminho das vitórias na competição, a diretoria do clube acordou com os jogadores na semana passada aquele que é considerado o melhor ‘bicho’ na trajetória corintiana no torneio. 

    O pacote apresentado aos atletas é de que, se somados seis pontos contra Vasco e São Paulo, cada atleta corintiano receberia R$ 50 mil. A primeira parte dessa missão foi atingida com sucesso – e uma dose de polêmica pelo gol feito por Jô com o braço diante dos vascaínos. Os valores, porém, só serão mantidos caso a equipe de Fábio Carille deixe o Morumbi com a vitória no clássico marcado para as 11h (de Brasília). 

    Ao longo do Brasileirão, os jogadores do Corinthians conquistaram premiação em quatro partidas: vitórias nos clássicos contra o São Paulo, Palmeiras e Santos no primeiro turno, além do jogo decisivo contra o Grêmio, vice-líder. No acordo vigente entre direção e elenco, só partidas importantes podem render premiação extra. 

    Um ponto importante, porém, é que esse ‘bicho’ ainda não foi pago aos jogadores no Campeonato Brasileiro. Além das quatro partidas citadas, membros mais antigos do elenco têm valores a receber referente à última vitória da Série A 2016.

    Naquele momento, em briga por vaga à Copa Libertadores, a direção corintiana ofereceu premiação caso o clube vencesse o Internacional, na penúltima rodada. Um gol de pênalti feito por Marlone, naquele dia, assegurou os três pontos. 

    De olho em vitória que reanimaria o elenco depois de eliminação na Copa Sul-Americana, o Corinthians ainda irá treinar neste sábado na Arena, com portões abertos a torcedores. Carille, o que não ocorre há mais de dois meses, poderá escalar seus 11 principais jogadores diante do São Paulo. 

    Veja Também