Corintianos voltam a falar em força do grupo para justificar primeira vitória pós-Libertadores

    Já virou rotina. Em todos os momentos, o discurso dos corintianos é valorizar a força do grupo, independentemente de qualquer destaque individual. Foi assim mais uma vez na primeira vitória no Brasileirão após a conquista da Libertadores. O Corinthians venceu o Náutico por 2 a 1.

    “Nosso objetivo é ir passo a passo e saímos da zona de rebaixamento agora, sem contar que melhoramos em relação ao que mostramos contra o Botafogo. Foi vitória na superação, na força do grupo e temos consciência de que precisamos melhorar”, disse o zagueiro Chicão.

    Danilo, destaque do jogo com dois gols, também preferiu adotar o discurso feito pelo técnico Tite, de sempre dizer que o segredo corintiano é a força do grupo.

    “Não acho que sou o mais importante. Todo mundo é, porque cada um fez a sua parte. O nosso time é isso daí, conjunto, todo mundo fazendo a sua parte”, afirmou o camisa 20.

    Paulinho, um dos melhores na conquista do Corinthians na Libertadores e recentemente valorizado pela diretoria após receber uma proposta da Europa, agradeceu o apoio da torcida e também falou da força dos colegas.

    “Gostei desse jogo e foi bem melhor do que quarta-feira (derrota contra o Botafogo), gostei do grupo. Agora, temos outro jogão na quarta-feira (diante do Flamengo) e precisamos somar os três pontos para sair de baixo de vez”, disse.

    Reportagem: UOL

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Fotos do Corinthians