Cria do Corinthians comanda e garante vaga do Urawa na Champions da Ásia

    • TORU YAMANAKA/AFP

      Rafael Silva comemora gol marcado pelo Urawa Reds

      Rafael Silva comemora gol marcado pelo Urawa Reds

    Não é neste ano que o Shanghai SIPG brigará pelo título da Liga dos Campeões da Ásia. Nesta quarta-feira, o milionário time comandado por André Villas Boas foi até Saitama (JAP), perdeu para o Urawa Red Diamonds, por 1 a 0, pelo jogo de volta da semifinal, e ficou pelo caminho. Como o confronto da ida tinha ficado em 1 a 1, os japoneses avançaram, graças a um gol do meia-atacante Rafael Silva, revelado pelo Corinthians.

    Artilheiro da competição, Hulk não conseguiu balançar a rede do Saitama Stadium. Mesmo ao lado dos compatriotas Oscar e Elkeson, o camisa 10 finalizou, ao menos, três vezes com muita força e perigo. Quando exigido, o goleiro Nishikawa parou os chineses.

    O gol da vitória surgiu logo aos doze minutos de jogo. Rafael, que também passou pelo Coritiba, saudou o barbante após eficiente cabeçada, em escanteio cobrado pelo articulador Kashiwagi. O lance, curiosamente, foi o único onde os mandantes acertaram o alvo nos primeiros 45 minutos.

    Na etapa final, a contundente pressão do SIPG não surtiu efeito. Novamente, Nishikawa foi decisivo para o triunfo do Urawa, que vislumbra o segundo título do torneio continental – o último, e primeiro, se deu em 2007.

    Agora, o Urawa encara o Al-Hilal, da Arábia Saudita, na final da Champions asiática. Os sauditas chegaram à decisão depois de baterem o Persepolis (IRA).

    Veja Também