Cruzeiro e Botafogo traçam estratégias e disputam corintiano Luciano

    • REUTERS/Sergio Perez

      Clube espanhol tem opção de compra de Luciano válida até o fim do mês

      Clube espanhol tem opção de compra de Luciano válida até o fim do mês

    Sem interesse na permanência de Luciano, o Corinthians vê dois grandes clubes brasileiros disputarem o atacante de 24 anos.

    Nos últimos dias, Cruzeiro e Botafogo estabeleceram contatos atrás do jogador que nos últimos 12 meses defendeu, por empréstimo, o Leganés-ESP. Os rivais pela contratação traçam estratégias diferentes, mas inicialmente é o clube mineiro que tem uma vantagem.

    Em conversas com seus representantes, Luciano se mostrou mais animado com a chance de atuar na Toca da Raposa e trabalhar novamente com Mano Menezes, responsável pelo aval para a contratação do Avaí para o Corinthians em 2014. Ciente dessa situação, o Cruzeiro se reuniu na última sexta-feira com os empresários do atleta e deve promover novo encontro em breve.

    Apesar da desvantagem em relação ao desejo de Luciano, o Botafogo tem outros trunfos. Foi o primeiro, e por enquanto único, clube a procurar o Corinthians e manifestar o interesse de forma oficial na aquisição. Além disso, no último fim de semana, um representante botafoguense se encontrou com agentes do atacante em São Paulo para apresentar o projeto para fechar com ele.

    Em General Severiano, o jogador teria mais possibilidades de ganhar minutos, devido à menor concorrência do elenco dirigido por Jair Ventura, carente de um atacante finalizador com a saída encaminhada de Sassá. Outro atrativo apresentado a Luciano é jogar o mata-mata da Copa Libertadores.

    O Corinthians, por enquanto, não toma qualquer tipo de posição. Luciano tem contrato até dezembro, nenhuma das duas partes têm interesse em renovar e, além disso, o clube possui apenas 25% dos direitos econômicos do centroavante. Há outro detalhe importante: por força contratual, nenhum negócio pode ser concluído em junho.

    O empréstimo ao Leganés se estende até o fim do mês, período em que a equipe espanhola pode exercer a opção de compra estimada em 3 milhões de euros (R$ 10 milhões). A direção corintiana, internamente, até topa abaixar o valor, mas o Leganés não demonstrou interesse na aquisição até o momento. O Corinthians e representantes de Luciano cogitam até uma consulta ao Leganés sobre abrir mão dessa opção para que o jogador possa ter seu destino preferido.

    Com 93 jogos e 24 gols anotados pelo Corinthians entre 2014 e 2016, Luciano não é visto nesse momento como um possível reforço para a sequência da temporada. A comissão técnica entende que está bem servida com Jô, Kazim e o jovem Carlinhos, assim como nos lados do campo, posição também executada pelo atacante.

    Confusões entre representantes são outro ponto levado em conta pelo Corinthians para tentar fechar uma negociação. O antigo empresário de Luciano, que se apresentava como Marcos Ferreira, mas na verdade se chamava Wesley, foi preso no ano passado, em operação da Polícia Federal. O ex-agente foi libertado recentemente, mas o atacante hoje trabalha com a empresa Art Sports.

    Veja Também