Cuca pode perder titular para o clássico contra o Corinthians; entenda

    O Palmeiras pode ter um desfalque de peso para o clássico contra o Corinthians, na próxima quarta-feira (12 de julho). Nesta quarta-feira (5), o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) anunciou que irá julgar o volante Tchê Tchê na próxima segunda (10), por conta da expulsão do jogador na partida contra a Ponte Preta.

    No jogo contra a Macaca, realizado no dia 25 de junho, no estádio Moisés Lucarelli, Tchê Tchê se envolveu em confusão em cobrança de falta, já nos acréscimos da vitória por 2 a 1, e foi expulso, assim como os ponte-pretanos Rodrigo e Renato Cajá. Os jogadores do time de Campinas também serão julgados pelo STJD.

    Segundo publicado pelo tribunal, o árbitro Wagner Renway relatou na súmula o motivo da expulsão do volante palmeirense. “Nos acréscimos, Renato Cajá e Tchê Tchê também receberam o cartão vermelho direto. O árbitro informou que o meia da Ponte deu um tapa no rosto do adversário e que o volante do Palmeiras revidou”, divulgou o STJD.

    Saiba mais

    Flamengo está vacinado do ‘Palestinazzo’?

    Barcelona se vê como um dos melhores

    Barcelona renova com Messi até 2021

    Tchê Tchê foi denunciado no artigo 250 do CBJD, que prevê ato desleal ou hostil em uma partida, e corre risco de ficar de um a três jogos pendurado. Com isso, o volante palmeirense pode não enfrentar o Corinthians, em clássico válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Palestra Itália.

    Além de Tchê Tchê, o Palmeiras também pode ser punido pelo tribunal. A sessão que definirá a possível punição do volante está programada para às 13h00 (de Brasília). O Verdão também será julgado por ter atrasado o início da partida, e a multa pode chegar a R$ 1 mil.

    Veja Também