De cara nova, Timão encara Vitória em jogo crucial na briga por título

    O Corinthians não vence em casa há três jogos e conquistou apenas seis dos últimos 18 pontos disputados, mas quer deixar esses dados para trás no duelo diante do Vitória, marcado para esta segunda-feira, às 20h (de Brasília), no estádio de Itaquera. A missão do Alvinegro é esquecer o mau momento na competição para conseguir o triunfo, considerado essencial para continuar na briga pelo título do Campeonato Brasileiro após os tropeços de Palmeiras e Santos no domingo.

    Com 34 pontos conquistados até o momento, os jogadores já comentaram diversas vezes sobre as chances desperdiçadas de assumir a liderança e se manter na parte de cima da tabela. Agora, com u mtriunfo, podem reduzir a diferença para a ponta a apenas três pontos, algo pouco provável para quem emenda uma sequência tão negativa como a recente.

    “A visão do torcedor é: ganhou, serve. Perdeu, não serve”, avaliou o técnico Cristóvão Borges, explicando o foco do trabalho na última semana. “Quando ganhamos quatro seguidas, não tinha nada disso. Passou a ter quando passamos a oscilar. Se voltarmos a ganhar, esquece-se isso. O torcedor quer resposta, coisa prática, não dá para pedir paciência, é trabalhar para o time ganhar. Nosso foco é esse”, analisou.

    Para o embate, o comandante corintiano promoverá duas mudanças no seu setor ofensivo, que passou em branco na derrota por 3 a 0 contra o Grêmio, na última rodada do Brasileiro, apostando na entrada de Guilherme como centroavante, no lugar de André. A ideia é que o meia faça a função de “falso 9”, aproveitando as entradas de Romero e Marquinhos Gabriel em diagonal, da lateral para a área.

    Outra alternativa utilizada pelo treinador será Rodriguinho, até então apenas um substituto para Elias como volante, agora armador centralizado. Ele entra na vaga de Giovanni Augusto, jogador titular desde o começo do ano, mas que não vinha agradando Cristóvão.

    “Nosso time tem potencial. Essa coisa de lidar com tempo não existe muito mistério. Às vezes a resposta vem cedo, às vezes não. Tudo no futebol é feito para ontem. A gente tem de saber lidar com isso. Enquanto não acontece, a gente aguenta a porrada”, prometeu o treinador.

    Do outro lado, o Vitória conta com o trio de ataque Marinho, Vander e Kieza, que já deu trabalho ao Timão no duelo do primeiro turno, vitória por 3 a 2 dos baianos, no Barradão. Dagoberto, que seria outra opção ofensiva, está suspenso por ter criticado a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

    Veja Também

    Comments (6)

    1. Avatar
      Luiz Rosa

      Que saudades do tempo que tinha um time pra torcer .Sofriamos mas com raça.

    2. Avatar
      Luiz Carlos Ferreira

      Burro do carai fila da puta

    3. Avatar
      Zélia Ivo

      Tomara que o Corinthians perca ou empate hoje !!! Pois só assim a pressão irá aumentar pra ter mudança no coringão! !! Pois se vencer hoje , nada irá mudar !! E quem é corintiano como eu,sabe que tem que mudar muita coisa lá dentro. A começar dessa diretoria de merda ,depois pela comissão técnica.Cristóvão (lixo morto ),e depois os jogadores como André,Guilherme,Romero,Giovane Augusto,Cássio e outros que só tão ganhando $$ e enganando !!!

    4. Avatar
      Fabio Alves Quixabeira

      Com esse burro: 0 a 0

    5. Avatar
      Zézinnho Sccp

      KKKKKKKKKKKK

    6. Avatar
      Alex Sordi

      Que mudança seu filho da puta.,,,.e o marlone rildo camacho bruno Paulo isso era tentar outra alternativa…….Lixooooooooooooo tomara que leve outro fumo pra vc vazar seu Lixooooooooooooo

    Comments are closed.