De olho no jogo de volta, corintianos pedem 'pé no chão'

    Assim que o árbitro Marcelo de Lima Henrique apitou o fim da primeira partida das semifinais da Libertadores, os jogadores do Corinthians se abraçaram e vibraram muito com a vitória por 1 a 0 sobre o Santos, na Vila Belmiro. Apesar da empolgação desta quarta-feira, a ordem é de manter os pés no chão.

    Para fugir de polêmicas, Paulinho chegou até a pedir foco para a partida contra a Ponte Preta, pelo Brasileirão. Mesmo assim, não deixou de ressaltar a vitória.

    “Foi a cara do Corinthians, 1 a 0 sofrido. Agora tem o jogo de volta. Temos de pensar no Brasileiro também, nesse jogo diante da Ponte Preta. Foi uma vitoria merecida, mas temos mais 90 minutos”, alertou o jogador, que deve ser poupado junto dos outros titulares do jogo no Moisés Lucarelli, no próximo domingo.

    Mesmo com toda empolgação da torcida, Fábio Santos fez questão de dizer que a vaga para a final não está garantida. Atual campeão da competição, o Santos impõe respeito:

    “Temos de respeitar muito a equipe do Santos, não à toa são campeões da América. Conseguimos um bom resultado, mas com o pezinho no chão porque são mais 90 minutos. Demos um passo importante, dá mais confiança para o grupo”, admitiu o camisa 6.

    Reportagem: Lance!

    Veja Também