Desfalques, Jadson e fator casa: Corinthians pega o lanterna em alerta

    • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

      Kazim é uma das novidades do Corinthians diante do Atlético-GO

      Kazim é uma das novidades do Corinthians diante do Atlético-GO

    Depois de duas semanas sem jogar e antes de ficar mais 15 dias sem partidas, o Corinthians lida com uma pequena maratona do último sábado até este. Derrotado pelo Vitória no último dia 19, superou a Chapecoense na quarta-feira (23) e agora tem outro encontro marcado: às 19h (de Brasília), diante do lanterna Atlético-GO, em Itaquera. A missão é manter ou até ampliar a vantagem recorde de 10 pontos na frente. 

    O desgaste de três jogos em sete dias é um dos motivos para deixar Fábio Carille e sua comissão técnica em alerta para esse duelo. Pela segunda vez no Brasileiro, o Corinthians terá quatro desfalques de sua formação titular: Balbuena e Arana, lesionados, e os suspensos Romero e Jô. 

    O principal teste para a força do conjunto de Carille colocará substitutos em evidência. Pedro Henrique, que atuava na vaga de Pablo há mais de um mês, fará o oitavo jogo consecutivo como titular e já transmite mais confiança. Dessa vez, é quem deve substituir Balbuena, mas ganha a companhia de Pablo, recuperado de problema muscular.  

    A ausência mais preocupante nesse setor, porém, é a de Guilherme Arana. Um dos protagonistas da campanha, o jovem lateral deve permanecer ausente por mais cinco semanas. Assim, Moisés será novamente testado como substituto, com desempenho até aqui longe de ser unanimidade. O reserva de 22 anos teve apresentações abaixo da crítica diante do Vitória, por 45 minutos, e em Chapecó, por 90 minutos. Por lá, duas falhas na defesa quase custaram a vitória. 

    Já na frente, Carille terá que lidar com a ausência de seus dois atacantes, substituídos por jogadores com baixo rendimento nas conclusões. De novo titular, Clayson tem se destacado como garçom, com quatro assistências no Brasileirão. No Corinthians, porém, repete uma característica dos tempos de Ponte Preta, e ainda não foi às redes. Na referência, Kazim tentará mais uma vez provar suas qualidades, mas não tem feito bons jogos desde que lesionou o joelho, em março. Na temporada, só anotou um gol. 

    Em contrapartida a esses problemas todos, há uma novidade, mas que também traz um pouco de preocupação. Jadson será titular pela primeira vez após mais de um mês de uma fratura nas costelas. O meia, porém, já havia retornado à equipe há uma semana, na reta final do jogo com o Vitória. A sensação que ficou é de que ainda não estava totalmente pronto. Atrás do melhor ritmo, ele permaneceu toda a semana em São Paulo e agora atua em Itaquera. 

    Jogar dentro de casa, apesar da melhor média de público do Campeonato Brasileiro (38295), põe a equipe de Carille em situação curiosa. O aproveitamento como visitante (86%) é superior ao índice da Arena (72%). Também foi em casa que os titulares sofreram as únicas derrotas do ano, contra Santo André e Vitória – a queda contra a Ferroviária, em Araraquara, foi de time reserva.

    Mas, com uma temporada tão favorável e ainda assim o melhor da Série A em casa e fora, quem poderá duvidar de mais três pontos corintianos? Uma resposta que caberá ao Atlético-GO neste sábado.    

    FICHA TÉCNICA

    CORINTHIANS x ATLÉTICO-GO

    Data: 26 de agosto de 2017, sábado
    Horário: 19h (de Brasília)
    Competição: Campeonato Brasileiro (22ª rodada)
    Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
    Árbitro: Péricles Bassols Cortez (PE – CBF)
    Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite (ambos PE – CBF)

    CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Pablo e Moisés; Gabriel e Maycon, Jadson, Rodriguinho e Clayson; Kazim. Treinador: Fábio Carille

    ATLÉTICO-GO: Marcos; Jonathan, William, Gilvan e Bruno Pacheco; Igor, Paulinho e Jorginho; Andrigo, Luiz Fernando e Walter. Treinador: João Paulo Sanches. 

    Veja Também