Dois recordes de Pelé foram quebrados – por Cristiano Ronaldo e Messi

    E assim, o debate de quem é o melhor de todos os tempos continua vivo.

    No mês passado, Cristiano Ronaldo e Lionel Messi voltaram às manchetes, com recordes, ao jogar pelos respectivos clubes nacionais. E as duas superestrelas estavam atrás dos recordes do rei Pelé.

    Embora o debate não deva realmente existir, e devemos ser muito gratos pelo fato de dois jogadores de igual qualidade jogarem na mesma época, nós como torcedores, sentimos que devemos escolher um favorito. E foi Cristiano Ronaldo quem conseguiu o feito por primeiro – antes de Messi bater um recorde na semana seguinte, pouco antes da pausa para os jogos das seleções.

    Mas quando se trata das últimas probabilidades da Betfair, você pode apostar que tanto a influência de Cristiano Ronaldo quanto de Messi no jogo afetará a posição de suas equipes nos mercados de apostas de futebol. Esse é o nível deles, um patamar acima dos demais – como mostram as estatísticas.

    770

    Cristiano Ronaldo marcou pela segunda vez três gols em um mesmo jogo mais rápido de sua carreira na vitória por 3 a 1 na Série A Italiana sobre o Cagliari em meados de março. Mas não é por isso que ele virou notícia. Nem foi porque marcou três gols de todos os jeitos: pé esquerdo, pé direito e de cabeça. Ou porque ele conseguiu marcar três gols em um jogo pela 57ª vez na carreira, três à frente de seu rival de longa data, o pequenino argentino.

    Cristiano Ronaldo encontrou seu lugar no noticiário, pois, com estes três gols, superou o recorde de Pelé de 767 gols. Claro, quando se trata de dados históricos do futebol, as águas são turvas. Embora o número de 767 gols seja amplamente aceito, as fontes sugerem que Pelé marcou mais de 1.000 gols! Da mesma forma, Josef Bican teria marcado 805 gols entre as décadas de 1930 e 1950, com alguma confusão em torno dos números exatos.

    Marcar 770 gols não é tarefa fácil – e ele é agora o maior artilheiro da história. A estrela da Juventus não só foi premiada com uma camisa comemorativa do presidente Andrea Agnelli, mas também recebeu uma mensagem de admiração do rei Pelé. Ele postou no Instagram:

    Cristiano, a vida é um voo solo. Cada um faz a sua própria jornada. E que bela jornada você está tendo! Eu te admiro muito, adoro te ver jogar e isso não é segredo para ninguém. Parabéns por quebrar o meu recorde de gols em partidas oficiais. A minha única lamentação é não poder te dar um abraço hoje. Mas deixo essa foto em sua homenagem, com muito carinho, como símbolo de uma amizade que já existe há muitos anos.

    Um craque de um só clube

    E tudo o que Cristiano Ronaldo pode fazer, Messi pode fazer tão bem quanto – ou, ousamos dizê-lo, melhor. Uma semana depois do gol 770, o argentino marcou dois gols na partida da La Liga contra o Real Sociedad. Uma goleada de 6×1 fora de casa ajudou a diminuir a diferença entre o Barcelona e o líder da liga, o Atlético de Madri.

    E ele comemorou a 768ª partida, um recorde, pelos os gigantes catalães ao igualar o recorde de Pelé de mais gols em uma única liga nacional – 467. Com essa dobradinha, ele amplia sua liderança no topo das tabelas de pontuação da La Liga, e está a quilômetros à frente da competição, com o próprio Cristiano Ronaldo na segunda colocação, marcando 311 para o Real Madri.

    Mas em termos de ‘Big Five’ na Europa, apenas Gerd Müller (365) na Bundesliga chega mais perto. Em outro lugar, Jimmy Greaves marcou 357 gols na Premier League, Delio Onnis marcou 299 vezes na Ligue 1 e Silvio Piola marcou 274 gols na Série A.

    Não há dúvida de que Pelé está assistindo com atenção, pois outro recorde também está no horizonte. Messi tem 734 gols na carreira pelo Barcelona e pela Argentina, e está a apenas 23 do brasileiro. Será que ele vai quebrá-lo nesta temporada ou na próxima?

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Vagner Mancini - Corinthians
    Notícias do Corinthians