Dourado passa Jô na artilharia após quebrar maior jejum de gols no Flu

    Ao fim do empate entre Fluminense e Coritiba, o atacante Henrique Dourado estava tão chateado que nem deve ter se dado conta de que encerrou seu maior jejum de gols com a camisa do Flu este ano.

    Com o gol de cabeça marcado ante o Coxa, o camisa 9 colocou fim a uma sequência de quatro jogos sem balançar a rede, sua pior marca na temporada. A última vez que tinha “ceifado” havia sido no dia 18 de outubro, quando o Flu bateu o São Paulo por 3 a 1.

    Antes de enfrentar essa seca nos dois jogos contra o Flamengo, diante do Bahia e no Clássico Vovô, o Ceifador somava três períodos de três partidas sem marcar. Com o gol na quinta-feira, Dourado, de quebra, se isolou mais uma vez na artilharia do Brasileiro [17 gols].

    “O Dourado tem trabalhado muito. Ele procura sempre ajudar muito a equipe, é o jogador do desafogo”, elogiou Abel.

    Apesar dessa vitória pessoal, o centroavante levou o cartão amarelo e desfalca o Flu contra o Cruzeiro, domingo, 19h, no Mineirão. Sem sua principal referência, Abel deverá optar por Pedro.

    “Saio triste daqui, mas nossa profissão é dinâmica, temos de pensar no Cruzeiro”, disse Henrique.

    “Vai ser um jogo complicado contra o Cruzeiro, mas vamos buscar o nosso melhor”, afirmou.

    O treinador também não poderá contar com Sornoza, também suspenso por cartão. O time se reapresenta nesta sexta e inicia os trabalhos de olho no jogo contra o campeão da Copa do Brasil.

    Veja Também