Osmar Loss - Corinthians

    Doze pontos atrás do São Paulo, Loss se apega a segundo turno por reação

    Atual campeão brasileiro, o Corinthians está cada vez mais distante da ponta da tabela de classificação da edição deste ano do campeonato. A derrota por 2 a 1 para a Chapecoense, no domingo, na Arena Condá, fez o time ficar a 12 pontos de distância (38 a 26) do líder São Paulo, que superou o Sport por 3 a 1 no mesmo dia.

    “A gente ainda está no primeiro turno”, contrapôs Osmar Loss, técnico do Corinthians. “É claro que os resultados se somam e acabamos ficando mais distantes, mas ainda temos todo um turno para jogar e alcançar o objetivo de estar no bloco de cima do Brasileiro”, acrescentou.

    Desde já, contudo, a prioridade do Corinthians são os torneios de mata-mata. Foi por isso que Loss poupou muitos titulares diante da Chapecoense, oponente que reencontrará na noite de quarta-feira, de novo na Arena Condá, agora pela Copa do Brasil.

    “Já tiramos o peso da derrota no vestiário. São campeonatos distintos, provavelmente com muitos jogadores distintos na quarta-feira. São decisões de tamanhos diferentes, e o nosso ambiente estará seguro e sólido para buscar a classificação”, assegurou Osmar Loss.

    No domingo, o Corinthians também parecia seguro e sólido. Fez um bom primeiro tempo, quando abriu o placar com gol do meia Marquinhos Gabriel. No segundo, porém, caiu sensivelmente de rendimento e acabou vazado por Diego Torres, de falta, e Doffo, já nos acréscimos.

    “No intervalo, falamos que o nosso maior inimigo éramos nós mesmos, que não poderíamos relaxar, perder o foco e as linhas de jogo. Infelizmente, o futebol tem essas traições. Mas a Chape também tem méritos pelo jogo que fez no segundo tempo”, analisou Osmar Loss.

    Veja Também