“É uma vantagem ótima, temos de reconhecer”, diz Carille após vitória em SC

    O Corinthians abriu a maior vantagem sobre o Grêmio depois de derrotar a Chapecoense por 1 a 0 em Santa Catarina. O time do técnico Fábio Carille chegou aos 50 pontos, contra 40 dos gaúchos.  Após o 15º triunfo no Brasileirão, o técnico Fábio Carille ressaltou a diferença de pontos no topo da tabela.

    “Importância muito grande, ainda mais depois de um resultado que a gente não esperava em casa contra o Vitória. É uma vantagem ótima, temos de reconhecer, mas agora temos 51 pontos em disputa. Tem muita coisa a acontecer. Temos de continuar concentrados e pensando no próximo jogo”, disse o treinador.

    “Todo jogo a gente busca a vitória, independente da estratégia do jogo. Vou repetir: uma vantagem que a gente tem de considerar, mas o campeonato vai começar a se decidir faltando oito ou dez jogos”, completou Carille.

    O treinador também falou sobre a recuperação imediata do Corinthians depois do revés para o Vitória no último sábado, em Itaquera. De acordo com Carille, a postura foi a similar à colocada em prática após os triunfos da equipe.

    “Não teve conversa, teve trabalho. Quando se ganha não falo nada com eles, só o que tenho que falar. Quando perde é a mesma coisa. se eu mudar, vão falar: por que o Fábio está diferente? A gente mantém as mesmas coisas, senão perco o grupo. Fomos a campo para trabalhar como a gente sempre fez”, disse.

    O comandante alvinegro explicou ainda como o Corinthians conseguiu vencer mesmo com quatro desfalques – Arana, Balbuena, Pablo e Jadson não entraram em campo nesta quarta. 

    “O desentrosamento é normal. A gente sabe que as coisas não acontecem como tem que acontecer normalmente. Tivemos de proteger mais, por isso fomos mais faltosos. Além de a Chapecoense ser um time de competição, primeiro precisa competir e depois jogar. Por isso os cartões, mas é algo que não me preocupa”, frisou Carille.

    Veja Também