Empate deixa Palmeiras com 20,8% de chance de título; Corinthians tem 70,5%

     O empate por 2 a 2 com o Cruzeiro na noite da última segunda-feira, no Allianz Parque, fez o Palmeiras encerrar a 31ª rodada do Campeonato Brasileiro com 20,8% de chances de conquistar o título, informa o site Chance de Gol, parceiro do UOL Esporte.

    A probabilidade é maior do que a verificada ao final da 30ª rodada, quando tinha 16,8% de chances. Mas menos do que ao final de domingo, quando a derrota do Corinthians para a Ponte Preta tinha deixado o clube com 27,4% de probabilidade de levantar o caneco.

    O Corinthians, por sua vez, encerra a rodada com 70,5%, um pouco menos do que os 73,5% verificados na rodada anterior. No domingo, a chance corintiana tinha caído para 64,8%.

    Na classificação, a diferença entre Corinthians e Palmeiras é de cinco pontos. Os dois clubes se enfrentam no próximo domingo em Itaquera, mas com o empate na segunda-feira o time alviverde não depende mais só de si para ser campeão. Uma vitória contra o rival deixaria o Palmeiras a dois pontos da liderança, a seis rodadas do fim da competição.

    O Santos, por sua vez, encerra a rodada com 4,8% de chances de título. O Grêmio tem 3,4%, sendo que Cruzeiro (0,3%) e Botafogo (0,2%) estão praticamente fora da disputa. 

    Veja as probabilidades na briga pelo título, pela Libertadores e rebaixamento (Chance de Gol).

    Título
    Corinthians: 70,5%
    Palmeiras: 20,8%
    Santos : 4,8%
    Grêmio: 3,4%
    Cruzeiro: 0,3%
    Botafogo: 0,2%
    Flamengo: 0,04%

    Vaga na Libertadores
    Corinthians: quase 100%
    Palmeiras: 99,4%
    Santos :97,8,%
    Grêmio: 95,8%
    Cruzeiro: Já classificado pela Copa do Brasil
    Botafogo: 65%
    Flamengo: 43,8%
    Vasco: 7,8%
    Atlético-PR: 2%
    Atlético-MG: 3,4%
    São Paulo: 1,9%
    Chapecoense: 1,4%
    Bahia: 1,3%
    Fluminense: 0,4%
    Sport: 0,01%
    Coritiba: 0,01
    Vitória: 0,01%  

    Risco de rebaixamento
    Vasco: 0,1%
    Atlético-PR: 1,4%
    Atlético-MG: 0,5%
    São Paulo: 1,8%
    Chapecoense: 2,9%
    Bahia: 3,4%
    Fluminense: 6,2%
    Sport: 55,1%
    Coritiba: 37,1%
    Ponte Preta: 47,8%
    Avaí: 80,3%
    Vitória: 64,2%
    Atlético-GO: 99% 

    Veja Também