Empresário de Pablo diz o que deu errado em negócio com o Corinthians e revela possível destino

    Depois de meses de negociações, o Corinthians anunciou neste sábado (25 de novembro) que encerrou as conversas para tentar renovar com o zagueiro Pablo. Segundo Flavio Adauto e Alessandro Nunes, diretor e gerente de futebol do clube, respectivamente, não houve um acordo financeiro entre as partes. 

    “Não falo em valores, mas temos jogadores aqui com muita história no Corinthians e que não poderiam ficar abaixo. Ele pediu o que nós não poderíamos pagar. Não gostaríamos de pagar porque existe todo um elenco. Não podemos pensar individualmente em um jogador, quando existe o ano inteiro várias reformas de contrato, várias possíveis contratações do clube. Fugiríamos totalmente do patamar do Corinthians”, afirmou Flavio Adauto durante entrevista coletiva. 

    Após garantir o título brasileiro com o Timão, o zagueiro participou do FOX Sports Rádio do dia 16 de novembro, e afirmou que estava “99,9%” acertado com clube do Parque São Jorge. Veja abaixo:

    O que deu errado então? 

    Em contato com a reportagem do FOXSports.com.br, Fernando César, empresário do zagueiro, disse que Pablo e Corinthians tinham acertado valores e os termos propostos pelo clube, mas que a falta de garantias melou o negócio. 

    “Apesar de estarmos acertados no que diz respeito aos valores e termos propostos pelo Corinthians, o clube não conseguiu oferecer garantias de pagamento das luvas do atleta, ou mesmo pagar uma pequena parte na assinatura do contrato”, afirmou Fernando. 

    O jogador, inclusive, não enfrenta o Atlético-MG neste domingo (26), em Itaquera, em partida que marcará a entrega da taça de campeão brasileiro. Após o anúncio do Corinthians, Pablo desabafou: “Falaram que não tinha clima para eu ir. Joguei o ano todo, dei a vida pelo clube, parece que esqueceram o que fiz”, lamentou o defensor em entrevista ao Globoesporte.com.

    Futuro de Pablo

    Segundo Fernando César, Pablo não negociou e nem sequer recebeu contato de outros clubes, respeitando a preferência que o Corinthians tem na negociação junto ao Bordeaux, da França, clube detentor dos direitos do jogador e que o emprestou ao Timão. 

    “Não (houve contato). Eu e Pablo entregamos ao Corinthians uma proposta assinada, eu não ofereci ele para nenhum clube em respeito a preferência que o Corinthians ainda tem. Com uma proposta assinada e entregue ao Corinthians não existia a menor possibilidade de se fazer isso. Quanto ao interesse de outros clubes, fiquei sabendo tudo pela imprensa. Não tenho nenhuma proposta oficial ou interesse oficial de qualquer clube e nunca falei com o presidente do Palmeiras sobre o Pablo”, disse o empresário. 

    Segundo Fabio Azevedo, repórter e comentarista FOX Sports, o Flamengo acompanha de perto a situação de Pablo e pode entrar na briga para tê-lo em 2018. Veja aqui

    Questionado qual a preferência do zagueiro: seguir no Brasil ou retornar ao Bordeaux, Fernando César foi direto: “Se não aparecer nenhuma proposta ele volta para o Bordeuax”, finalizou. 

    Crédito da foto: Daniel Vorley / AGIF

    Saiba mais:

    PVC: Corinthians e SP podem fechar troca

    Mina e diretor do Barça se encontram no Brasil

    Messi renova e terá cláusula bilionária

    Veja Também