Empresário diz que acordo entre Corinthians e Pablo está suspenso

    • Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

      Pablo chegou ao Corinthians e logo ganhou destaque no time alvinegro

      Pablo chegou ao Corinthians e logo ganhou destaque no time alvinegro

    O acordo do Corinthians para a compra do zagueiro Pablo está suspenso. A informação foi divulgada na noite desta terça-feira pelo próprio agente de Pablo, Fernando César, em uma postagem na rede social Instagram.

    Segundo o empresário, o acerto pelo atleta, obtido pela diretoria no último dia 25, foi desfeito depois de o clube não dar garantias de pagamento das luvas do jogador.

    “Apesar de já termos acertado prazo contratual, salários, luvas e comissões o Sport Club Corinthians Paulista não conseguiu os recursos ou dar garantias de pagamento para viabilizar a finalização do contrato conforme combinado. Diante disso, a compra do Pablo pelo Bordeaux está suspensa”, escreveu o empresário.

    Procurada pelo UOL Esporte, a diretoria corintiana não atendeu as ligações. Segundo apuração da reportagem, o empresário de Pablo havia pedido pagamento à vista no acordo selado na semana passada. Nesta terça-feira, porém, em reunião com Adauto e Alessandro, os dois disseram que não poderiam cumprir.

    O empresário, então, pediu para que as luvas fossem pagas em seis vezes, até o fim da gestão do Roberto e com garantia. O Corinthians, por sua vez, também não aceitou a pedida e propôs pagar as luvas diluídas nos 54 meses de salário de Pablo. Por isso, o acordo foi suspenso.

    No último dia 25, uma reunião em São Paulo com o francês Charles Camporro, representante do Bordeaux-FRA no Brasil, fechou a compra de Pablo pelo Corinthians. O contrato para a aquisição do zagueiro de 26 anos chegou a ser enviado à França no mesmo dia.

    Na negociação, o Corinthians investiria bem menos que esperava. Após algumas negativas, o Bordeaux concordou em barganhar 15% de uma transferência futura do atacante Malcom que ainda era direito do Corinthians.

    Como cedeu essa propriedade referente a Malcom, o Corinthians pagaria menos da metade do valor estimado para a compra de Pablo. O valor definido em contrato de empréstimo era de 3 milhões de euros (R$ 11 milhões). 

     

     

    Apesar dos esforços de todos e do nosso empenho em ajustar os valores da transferência junto ao Bordeaux de forma a criar condições favoráveis ao SC CORINTHIANS. Apesar de já termos acertado prazo contratual, salários, luvas e comissões o SC CORINTHIANS PAULISTA não conseguiu os recursos ou dar garantias de pagamento para viabilizar a finalização do contrato conforme combinado. Diante disso, a compra do Pablo pelo Bordeaux está suspensa, devendo o atleta cumprir seu contrato de empréstimo até 31.12.2017, sempre com o profissionalismo e dedicação que o caracteriza e o levou a ser ídolo da maravilhosa fiel torcida. Agradecemos ao Presidente Roberto de Andrade, ao Diretor Flávio Adauto e ao Gerente de Futebol Alessandro por todo o empenho em concretizar a transferência definitiva do Pablo ao glorioso SC CORINTHIANS PAULISTA.

    Uma publicação compartilhada por Fernando César (@fcsadvogado) em

     

    Veja Também