Exclusivo! Agente de Tevez fala sobre situação do atacante e confirma ‘vacilo’ de gigante em negócio

    Em má fase no Shanghai Shenhua, da China, o atacante Carlos Tevez é tratado como prioridade por muitos clubes da América do Sul. No Boca Juniors, onde é ídolo, um possível retorno do atacante ficou mais complicado. O time boquense tinha até esta quinta-feira (30) para exercer a prioridade de compra por ‘apenas’ 6 milhões de dólares, algo em torno de R$ 20 milhões, para acertar a contratação do atacante.

    Porém, até o momento, o time argentino não exerceu a ação e, com isso, terá a concorrência de outros clubes a partir de agora. A informação foi confirmada por Adrian Rouco, empresário de Tevez, em entrevista à reportagem do FOXSports.com.br. Além disso, o agente do atacante disse que nenhuma equipe brasileira fez qualquer tipo de consulta ou proposta por Tevez, que tem mais um ano de contrato na China.

    Semana FOX Sports: Semi da Sul-Americana e do sorteio da Copa do Mundo  

    A multa rescisória do atleta é de 20 milhões de dólares, cerca de R$ 65 milhões. Com a manutenção do valor para todos os clubes, o Boca Juniors deve ganhar uma forte concorrência caso queira contratar o atleta. Apesar do alto valor da multa, Tevez não vive um bom momento na China. Acima do peso, o atacante chegou a ser afastado por Gus Poyet, treinador da equipe, em setembro deste ano.

    Carlos Tevez atuou em 17 partidas no futebol chinês e marcou quatro gols. A última vez que entrou em campo foi no dia 4 de novembro, na vitória de seu clube por 4 a 1 sobre o Liaoning Hongyun, pela Super League, da China. Todos os números foram retirados do site O Gol.

    Veja Também