Fábio Santos confirma retorno e revela papo com Tite: ‘Jogou limpo’

    Titular da lateral esquerda do Corinthians desde 2011, Fábio Santos perdeu terreno nesta temporada por causa de uma lesão no joelho que o tirou de combate por cerca de dois meses. Agora, recuperado, ele foi confirmado para a partida da próxima quarta-feira contra o Guaraní, do Paraguai, pelas oitavas de final da Taça Libertadores.

    Antes, porém, foi preciso que o técnico Tite reunisse Fábio e Uendel, seu reserva, que desempenhou a função na lateral esquerda enquanto o colega esteve machucado. Fábio Santos revelou um papo entre os três que definiu a troca na equipe.

    – O Tite joga bem aberto com todo mundo, isso é importante. Esclarecer. O jogador vinha jogando e sai do time sem nenhuma satisfação, ele falou que saí do time num momento muito bom e que agora vou retomar. Mas quero deixar claro o quanto o Uendel foi importante, fez muitos jogos de alta qualidade. Foi mais nesse sentido de jogar a real. Entre eu e o Uendel, nos damos muito bem. O Tite conversou porque jogou limpo – afirmou Fábio Santos.

    Desde que voltou de lesão, o lateral só jogou uma vez: no empate por 2 a 2 com o Palmeiras, pela semifinal do Campeonato Paulista, quando o Timão acabou derrotado nos pênaltis.
    Fábio deveria ter voltado ao time bem antes, no fim de março ou início de abril. Esta era a previsão do departamento médico após a artroscopia realizada no joelho direito do jogador. No entanto, houve um imprevisto na recuperação.

    – Era para eu ter voltado bem antes mesmo, mas tive um edema ósseo no joelho. Tive de ficar dez, quinze dias sem impacto. Fazia bicicleta, piscina, mas não podia ter impacto no campo. Tive de ter mais cuidado, e por isso o processo foi mais longo do que eu imaginava – explicou o lateral.

    Com Fábio Santos entre os titulares, Tite tem formação praticamente definida para enfrentar o Guaraní: Cássio, Fagner, Felipe, Gil e Fábio Santos; Ralf; Jadson, Elias, Renato Augusto e Luciano; Guerrero. Os atacantes Emerson e Mendoza, suspensos, são os únicos desfalques corintianos na Libertadores.

    Veja Também