Fágner pode ser peça importante para a Seleção Brasileira desbancar o favoritismo da Argentina na Copa América

    O lateral Fágner é um dos poucos jogadores do Corinthians que ganharam uma oportunidade recente na Seleção Brasileira. Além de ter jogado a Copa do Mundo de 2018, ele também esteve presente na campanha do título da Copa América do ano seguinte. A esperança do jogador, e também de alguns torcedores do Timão, é que Tite lembre-se dele para as próximas convocações. Fágner continua sendo um dos melhores laterais do Brasil, e pode fazer diferença na disputa pelo favoritismo contra a Argentina.

    Na próxima edição da Copa América, que começa em junho deste ano, os palpites em jogos de futebol apontam para uma vantagem da Argentina na disputa pelo título. No dia 1º de abril, as cotações de apostas colocavam os Hermanos com 36,4% de probabilidade para ficar com a taça. A Seleção Brasileira aparecia logo atrás, com cerca de 30,3%, mesmo sendo a atual campeã da competição. Um dos motivos dessa diferença, é que o torneio será disputado em território argentino.

    A Seleção Brasileira vai precisar de jogadores experientes na disputa contra a Argentina, principalmente jogando na casa do rival. Fágner aparece como um bom nome, mesmo que não tenha sido convocado em nenhum momento de 2020. Com a recente queda de produção de Daniel Alves, que fracassou no São Paulo, o lateral do Corinthians é uma das poucas opções que preenchem todos os requisitos de Tite. Vale lembrar que o jogador foi eleito o melhor lateral direito do Brasileirão da temporada passada.

    Com 10 jogos disputados com a camisa amarela, Fágner continua mostrando grande vigor físico aos 31 anos. Ele realizou 46 partidas pelo Corinthians na temporada passada, e entrou para a lista de jogadores que mais defenderam o Timão na história. Ou seja, além de contar com muita experiência, ele também aparece como um dos melhores na posição. Isso pode fazer grande diferença quando a Seleção Brasileira enfrentar o favoritismo da Argentina nas apostas para a Copa América.

    Disputa acirrada

    O desafio de Fágner é desbancar as recentes escolhas de Tite para a lateral. Nas convocações para os quatro primeiros jogos das Eliminatórias, que aconteceram no final de 2020, o treinador optou por Danilo, que defende a Juventus, e Gabriel Menino, que atualmente está no Palmeiras. Entretanto, os dois jogadores não conseguiram impressionar o treinador, e ainda existe uma hipótese de novos nomes para 2021.

    Para conseguir agarrar essa oportunidade, Fágner vai precisar manter o bom rendimento no Corinthians e também acumular resultados positivos. Uma boa campanha no Campeonato Paulista, por exemplo, seria essencial para chamar atenção de Tite. O problema é que os últimos jogos do Timão não animaram os torcedores, e o próprio Vágner Mancini admite alguns problemas.

    As apostas esportivas mostram que o duelo entre Brasil e Argentina deve ser equilibrado na Copa América. Tite vai precisar de todas as armas possíveis, e o lateral Fágner pode ser uma surpresa interessante. O jogador conta com experiência, qualidade e pode ajudar a Seleção na campanha pelo título. Além disso, seria excelente ver mais um representante do Corinthians vestindo a camisa amarela.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians