Federação põe empresário para chefiar área que fiscalizará futebol paulista

    • CRÉDITO: RODRIGO CORSI/ FPF/

      Reinaldo Carneiro Bastos (no centro da imagem) criou novo órgão na FPF

      Reinaldo Carneiro Bastos (no centro da imagem) criou novo órgão na FPF

    A FPF (Federação Paulista de Futebol) criou o Departamento de Governança e Compliance, área que tem como objetivo controlar o cumprimento de leis e regulamentos internos e externos.

    A decisão foi tomada na última quarta-feira e o escolhido para o cargo é o empresário Salim Haddad Neto, que é diretor-presidente do Shopping Ibirapuera e também foi nomeado vice-presidente da federação.

    A medida é uma aposta do presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, que tem tentado impor a bandeira da modernização e transparência no futebol paulista. O dirigente diz, por exemplo, que sempre exige ao menos três orçamentos diferentes para a compras de produtos e serviços.

    Recentemente, Bastos ainda promoveu trocas em cargos estratégicos da federação, como a chefia da arbitragem, que antes era do Coronel Marcos Marinho.

    A entidade também foi a primeira a fazer uma parceria que monitora a atividade de apostas no futebol paulista. A ideia é acabar com a manipulação de resultados. O monitoramento deu certo e diversos jogos foram investigados.

    Reinaldo assumiu a FPF após a saída de Marco Polo Del Nero, que hoje é presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e peça central em investigações sobre corrupção no futebol brasileiro.

    Veja Também