Filho de corintiano, gremista Geromel diz torcer por outro time paulista

    O zagueiro Pedro Geromel fugiu de uma saia-justa em sua participação no programa Meda Redonda, da TV Gazeta, deste domingo (23 de julho). Filho de um fanático torcedor do Corinthians, Valmir, o jogador do Grêmio evitou também se identificar com o principal concorrente da sua equipe pelo título do Campeonato Brasileiro.

    “Sou da Vila Maria e joguei quatro anos na base da Portuguesa. O Canindé era muito perto. Praticamente, cresci ali. Era gandula nos jogos e tive a sorte de pegar a Portuguesa no auge, disputando final de Brasileiro contra o Grêmio (em 1996). Então, gostava muito de ir aos jogos, de ver os grandes jogadores. Quando estava na Europa e passava férias no Brasil, ia ao Canindé. Sempre tive um carinho muito grande pela Portuguesa”, discursou Geromel, quando questionado pelo comentarista Chico Lang, outro corintiano, sobre o seu time de coração.

    Além de ter passado pela Portuguesa, Geromel atuou nas categorias de base do Palmeiras. Lá, fez amizade com o volante Elias, mais um corintiano declarado, hoje no Atlético-MG. No início de 2015, o zagueiro teve a chance de seguir o exemplo do colega e também vestir a camisa do Corinthians profissionalmente. Estava emprestado ao alemão Colônia ao Grêmio e foi sondado para repor a saída de Anderson Martins, em negociação que não vingou.

    Saiba mais:

    Italianos querem Fágner

    PVC escala o Flamengo

    Prass deveria ser titular?

    Agora, o Corinthians é o principal obstáculo de Geromel na esperança de realizar o sonho de ser campeão brasileiro. O Grêmio totaliza 31 pontos ganhos, nove de desvantagem para o time apoiado pelo pai do defensor, ainda invicto na competição nacional. Neste domingo, o rival derrotou o Fluminense por 1 a 0 no Maracanã.

    “Não sei se o resultado deles influencia diretamente na hora do nosso jogo, mas sempre estamos na expectativa de que tropecem, para encurtar a distância. É difícil. O Corinthians já está há 30 jogos sem perder. A gente tenta fazer o nosso e não ficar pensando neles”, comentou Geromel.

    O técnico Renato Gaúcho, no entanto, já chegou a prever que o Corinthians despencaria na tabela de classificação. Depois, disse ter se expressado mal, na intenção de dizer que o rival tropeçaria – o que, de fato, ocorreu nos empates com Atlético-PR e Avaí.

    “O Renato falou isso porque nenhum time é campeão ganhando tantos jogos assim. É inevitável que, uma hora ou outra, o Corinthians empataria. Estamos torcendo para eles perderem, mas está difícil”, sorriu Geromel.

    Com um desconforto muscular, o zagueiro era dúvida na formação do Grêmio para enfrentar o São Paulo nesta segunda-feira, no Morumbi, mas está “praticamente” escalado, como declarou. “Ainda farei alguns testes amanhã”, ressalvou o torcedor da Lusa.

    Veja Também