Filho de Tite deve integrar comissão técnica do Corinthians: ‘Preparado’

    Depois de Adenor Leonardo, o Tite, o Corinthians terá em breve um outro integrante da família Bacchi em sua comissão técnica. Matheus, de 26 anos, é filho de Tite e vem se preparando para ser auxiliar-técnico há algum tempo. Mais maduro depois de estágios e viagens, ele deve ser integrado ao clube nas próximas semanas para participar de uma comissão que já conta com os auxiliares Cleber Xavier e Fábio Carille.

    A primeira experiência foi nesta segunda-feira, ainda de maneira provisória. Matheus aproveitou o feriado de 7 de setembro para acompanhar o pai em um treino para os reservas no CT Joaquim Grava. Em um dos lados do gramado, mostrou-se atento durante a atividade e conversou com Tite antes e depois de sair de campo.

    O Corinthians admite que Matheus deve se tornar auxiliar em breve, mas não estipulou data para a chegada definitiva do filho de Tite. O técnico, há algum tempo, dava indicativos de que teria um integrante a mais em sua comissão.

    – Em algum momento, ele vai trabalhar comigo. Preciso desse suporte porque a vida de treinador de time grande é muito exposta – afirmou o técnico, em entrevista ao GloboEsporte.com no final de março.

    Na época, Matheus estava em seu primeiro clube como auxiliar-técnico efetivo. Foi no Caxias, mesmo local em que o pai apareceu para o cenário nacional após o título do Campeonato Gaúcho em 2000. O filho de Tite ajudou o técnico Paulo Turra durante a campanha do estadual deste ano. Depois foi aprofundar conhecimentos na Europa.

    Matheus assistiu a três jogos no continente e visitou até o Barcelona, sendo recebido por Neymar. Ele ficou hospedado na casa de Ricardo Rosa, preparador físico do craque da seleção brasileira. Na ocasião, ele corroborou o pensamento do pai e se disse praticamente pronto para assumir um cargo ao lado de Tite.

    – Eu já me sinto preparado e sei que ele (Tite) acredita que eu esteja. Enquanto não aparece essa oportunidade, vou me especializando. Tenho certeza de que serei muito exigido por ele. Ele sabe o peso que vamos carregar, que eu serei indagado por ser filho dele, vão desconsiderar o que eu aprendi, minha capacitação, meus estudos. Mas eu vou estar preparado – assegurou.

    Mesmo quando não tinha Matheus como auxiliar, Tite já contava com o filho na observação de possíveis reforços. Foi o jovem que falou ao pai pela primeira vez sobre Paolo Guerrero, em 2011, depois de ter acompanhado duas partidas do Peru pela Copa América. Anos depois, ele também chamou a atenção sobre o meia Renato Augusto, hoje principal jogador do Corinthians no Campeonato Brasileiro.

    Veja Também

    Comments (7)

    1. Avatar
      Jefferson Matias

      Espero que seja pra somar e não pra mamar dos cofres do timão.

    2. Avatar
      Wanderlei Estacio

      Ta pai ta filho.tomara qui ele seja pe quente como pai

    3. Avatar
      Roque Sales

      B boa seja bem vindo

    4. Avatar
      Wanderson Karina

      Se for pra somar seja bem vindooo

    5. Avatar
      Santoss S Girdinho

      Vai Corinthians

    6. Avatar
      Ilda Landim

      Se for como o pai timão ta em boas mãos

    7. Avatar
      Edvaldo Rotilho

      Espero q ele esteja vendo o jogos como maiorias dos torcedores q precisamos aprimora nossa zaga na bola área e q possa falar pró Cássio q pequena área é do goleiro e não do atacante tenha boa sorte

    Comments are closed.